Feras do instrumental celebram o 5º Feminsap às margens do Rio Amazonas


Em sua 5ª edição, o Festival de Música Instrumental do Amapá (Feminsap) vem crescendo a cada nova versão, afirmando sua vocação de valorizar e promover essa música plural, gratuitamente. Este ano, a mostra ocorrerá entre os dias 24 e 26 de outubro, com a participação de músicos da terra e atrações nacionais, no tradicional Norte das Águas, que tem como cenário o maior rio do mundo, o Amazonas.

Com direção geral de seu idealizador, o músico, cantor e compositor de múltiplas facetas, Finéias Nelluty, o Feminsap surgiu em 2008 com a missão de formar novos públicos do instrumental, levar a linguagem rítmica, incrementada por diferentes instrumentos, para a bagagem dos jovens e de ouvidos dispostos, e oportunizar aos amantes da boa música um espaço direcionado a esse estilo, que é cheio de outros estilos integrados, onde o clássico, o jazz, as batidas frenéticas, os sons ácidos e românticos, misturam-se em perfeita harmonia, e não raramente, com os sotaques e ritmos das caixas do Marabaixo, do Batuque, e de tantas outras referências nortistas.

E foi a continuidade do Feminsap, a cada ano, que o tornou mais forte, um evento de peso tão marcante para Macapá, que não foi esquecido pelos músicos e por um público fiel, que percebe a importância de um evento dessa natureza para a cidade.

“A efervescência de grupos instrumentais é crescente, e o público é cada vez maior, ele cresce na mesma proporção. A paixão pelo instrumental me leva a promover cada ano com mais satisfação este momento que é de encontro entre grandes músicos, de movimentação cultural, de espaço para reunir quem gosta de ouvir o bom som, e de mostrar que o instrumental no estado tem seu público e movimenta a cadeia produtiva da música, numa cidade sem tradição nesta área”, comenta Finéias Nelluty.

O resultado foram cinco edições seguidas, nas quais já passaram feras como Ademir Junior – sax, Brasília (DF); Moisés Alves – trompete, Brasília (DF); Rafael Barata – baterista, Rio de Janeiro (RJ); Thiago Espírito Santo – baixista, São Paulo (SP); Vitor Gonçalves – pianista, Rio de Janeiro (RJ); Bruno Cardoso – pianista, São Paulo (SP); Luiz Mauro Filho – pianista, Porto Alegre (RS); Cuca Teixeira – baterista, Rio de Janeiro (RJ); Ricardo Baumgartem – baixista, Porto Alegre (RS); Kiko Freitas – baterista, Porto Alegre (RS); DileanMonpher – tecladista, Amapá; Dell – baterista, Amapá; Rogério Aslan – guitarrista, Amapá; Tom Campos – guitarrista, Amapá; Ney Conceição, Israel Cardoso (AP), Fábio Costa (AP) e tantos outros.

O resto aconteceu naturalmente. E neste ano, durante três dias e em 10 shows, os músicos irão misturar acordes de múltiplos instrumentos em uma diversidade de timbres e ritmos. Serão 5 atrações amapaenses, 3 participações de músicos do Pará, 1 apresentação de São Paulo, e o show de encerramento com o carioca Arthur Maia e Banda.O Festival de Música Instrumental do Amapá já faz parte do calendário cultural do estado e veio pra ficar.

O 5º Feminsap é uma realização da Equinócio Produções, com direção geral de Finéias Nelluty e apoio cultural do Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e Radio Difusora de Macapá (RDM), da Rádio Diário FM, e do bar e restaurante Norte das Águas.

Acompanhe a Programação:

Dias: 24 a 26 de outubro
Local: Norte das Águas
Horário: a partir das 20h

Dia 24.10 (quinta-feira)
Amazona Music (AP)
Tom Campos (AP)
André Nieri (SP)
Adelbert Carneiro (PA)

Dia 25.10 (sexta-feira)
Alan Gomes (AP)
Coronaria Jazz (AP)
Gileno Fouquinhos (PA)

Sábado 26.10 – encerramento
Israel Cardoso (AP)
Esdras de Souza / Sax Driver (PA)
Arthur Maia e Banda (RJ)

Rita Torrinha – Assessoria de Imprensa Feminsap 2013
Contato: 8112-6468

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *