Festa de São Joaquim terá rodas de batuque em comunidade quilombola do AP

Batuque marca a Festa de São Joaquim, na comunidade quilombola do Curiaú (Foto: Gabriel Penha/Arquivo G1)

Por Jorge Abreu

Fé e união levam a comunidade quilombola do Curiaú a realizar o tradicional festejo em homenagem a São Joaquim, considerado padroeiro da localidade. O evento inicia na quarta-feira (9) e segue até dia 18 de agosto. Rodas de batuque e ladainha marcam a programação.

O início das atividades será no Malocão da Tia Chiquinha, localizado na rodovia do Curiaú, em Macapá. No primeiro dia, um almoço será distribuído para a comunidade. À noite, após a ladainha, rodas de batuque devem animar os participantes.

As novenas em homenagem ao santo acontecem todos os dias da programação a partir de 19h30, na Igreja de São Joaquim. Outras rodas de batuques estão marcadas para os dias 14 e 18, no encerramento da festividade.

De acordo com um dos organizadores da Festa de São Joaquim, Pedro Bolão, de 56 anos, o evento representa a história da comunidade quilombola. Ele ressalta que os moradores da região fazem promessas para serem pagas durante as celebrações.

“Para nós, a festividade representa muito. Nós fazemos as nossas promessas a São Joaquim, somos agraciados e pagamos através da festa. É um evento muito grande e muito bonito também. Nossa família faz a festa com intuito de louvar o santo”, disse o organizador.

Serviço

Festa de São Joaquim
Período: 9 a 18 de agosto
Local: comunidade do Curiaú, em Macapá

Fonte: G1 Amapá

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*