Festival Águas Amazônicas na Rota de Yemanjá recebe apoio do Governo do Amapá

A Federação dos Cultos Afros Umbanda e Mina Nagô (Fecarumina), em parcerias com diversas comunidades afro religiosas do Estado e com o apoio do Governo do Amapá, promoverá nesta sexta-feira, 30, a partir das 18h, o 1º Festival Águas Amazônicas na Rota de Yemanjá.

O projeto, que já tornou-se tradição no Estado, acontece todos os anos em diversas cidades brasileiras, com a realização de rituais e oferendas em homenagem a Yemanjá.

No Amapá, a festividade foi paralisada por algum tempo em decorrência da enfermidade e do falecimento de Mãe Dulce da Costa Moreira, que durante anos esteve à frente na coordenação do evento.

Em 2011, a programação volta a ser realizada, com o objetivo de dar continuidade a essa tradição. “O Festival, que representa para nós mais que uma celebração, é um culto a natureza, onde nos preparamos para a passagem do ano. Um momento de purificação para que possamos iniciar 2012 purificados e preparados para o ano que virá”, enfatiza o Pai José.

A programação terá inicio às 18h, no anfiteatro da Fortaleza de São José de Macapá, com a realização do ritual “Rufar dos Tambores em Homenagem a Yemanjá”, caminhada para a entrega das oferendas, homenagens aos pais e mães de santo do Estado, o tradicional banho de cheiro e encerrando a programação com shows artísticos, músicas regionais e religiosas.

Realização

Centro de Cultura Afro Brasileira (CCAB), Federação dos Cultos Afro Religiosos de Umbanda e Mina Nagô do Estado do Amapá (Fecarumina), Associação Brasileira dos Ogãs do Estado do Amapá (ABO), Centro de Umbanda São Judas Tadeu, Associação Internacional e Capoeira Mestiçagem (AICM), Associação Beneficente do Ylê da Oxum Apará (Abyoa), Centro Cultural e Educacional Nina Souza (Cens), Templo Religioso da Tradição de Orisa Ilê Asé Odé Niléjemin e Terreiros de Comunidades Afro Religiosas.

Apoio

Governo do Estado do Amapá, Agência de Desenvolvimento do Amapá (Adap), Secretaria de Estado de Inclusão e Mobilização Social (SIMS), Secretaria de Estado da Cultura (Secult), Secretaria Extraordinária de Politicas para Afrodescendentes (Seafro), Colégio e Curso Equipe.

Karla Marques/Secom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *