FIM: Festival Imagem Movimento incentiva cineastas locais

20150915_173649-300x225

Jornalista e produtor cultural do Espaço Caos , Alexandre Brito

O Festival Imagem Movimento (FIM) a cada ano se consolida como uma oportunidade para os produtores do estado do Amapá, e também os apaixonados por cinema tirarem da gaveta seus filmes e exibi-los no FIM, evento genuinamente amapaense, que chega este ano a 12ª edição.

As inscrições estão abertas e se encerram no dia 28 de setembro, são aceitas produções de curta, média ou longa-metragem, sem restrições de gênero. O FIM acontecerá no período de 1 a 6 de dezembro. Em entrevista ao Café com Notícia, nesta terça-feira, 15, o Jornalista, professor de comunicação e produtor cultural do Espaço Caos, Alexandre Brito disse, que o Festival tem credibilidade. “Para ter uma ideia, nós já recebemos 200 inscrições de produções de outros estados. Nosso evento é conhecido em todo Brasil”, frisou Brito.

Como forma de incentivo, os organizadores do FIM criaram o Prêmio Gengibirra de Audiovisual, para que a produção local possa ser encorajada a mostrar suas produções.

Fonte: Café com Notícias

Meu comentário: Brito sempre foi incentivador da Cultura, mesmo na época em que foi meu professor no curso de Comunicação Social. A cabeça do cara fervilha de ideias, seguidas de muita atitude. Ele é um cara que lidera de forma respeitável, parceira. O cara sabe escutar e colocar ideias sem impor nada, muito diferente de algumas ações “coletivas”. Alexandre, como disse Vinícius: “ une a une a ação ao sentimento e ao pensamento”. Por isso fez do Museu da Imagem e do Som o MIS que é hoje e do Espaço Caos, com a ajuda de muita gente talentosa, um grupo artístico-cultural PHoda. Admiro esse cara e gosto de ser seu amigo. Abraço, Brito!

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*