GEA alinha debate com iniciativa privada do Amapá

O governador do Amapá, Camilo Capiberibe, recebeu, nesta sexta-feira, 5, no Palácio do Setentrião, membros da Associação Comercial do Amapá (Acia), Federação do Comércio do Estado do Amapá (Fercomércio/AP), sindicatos e associações de classe do setor. O encontro, agendado pelos empresários amapaenses, debateu assuntos para impulsionar a economia local.

Na ocasião, a equipe técnica de governo esclareceu aos presentes quais ações e políticas estão em execução para a geração de emprego e renda e, consequentemente, o aquecimento da economia no Estado. Também durante a reunião, o titular da Secretaria de Estado do Planejamento Orçamento e Tesouro (Seplan), Juliano Del Castilo Silva, explicou, aos empresários, que o Estado está investindo em infraestrutura e pontuou as principais obras do Poder Executivo.

Por sua vez, o presidente da Junta Comercial do Amapá (Jucap), Jean Alex Nunes, também fez uma breve explanação sobre os pontos negativos e positivos da atual gestão no campo comercial. O titular da Jucap mostrou, embasado em dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), que o índice de empregos cresceu no Amapá e que o comércio reage à queda nas vendas.

Os comerciantes também receberam esclarecimentos de uma equipe da Secretaria da Receita Estadual (SRE) e do titular da Secretaria de Estado da Indústria, Comércio e Mineração (Seicom), José Reinaldo Picanço, que anunciou que o governo lançará, no segundo semestre, o Programa de Desenvolvimento do Fornecedor (PDF).

A ação, que será desenvolvida em parceria com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Amapá (Sebrae/AP), consiste em capacitação dos comerciantes locais. O objetivo é melhorar a oferta dos serviços do setor privado no Estado.

De acordo com o governador, os cortes de gastos e demissões ocorridas no início de 2011 foram fundamentais para a organização das finanças do Estado, pois as dívidas herdadas da gestão passada deixaram o orçamento comprometido. Camilo Capiberibe também discorreu sobre as ações de governo explicadas pelos gestores e deixou claro aos presentes que as portas do Palácio do Setentrião estão abertas para todos que tenham interesse em construir um Amapá melhor.

“As obras têm um grande impacto na economia, após as demissões e cortes que precisamos fazer, investimos na infraestrutura do Estado, atitude que gerou empregos e renda. Vamos melhorar o Amapá, não só para o comerciante, mas para o consumidor e a população como um todo”, salientou o governador.

Ato Conjunto

Na oportunidade, o presidente da Fercomércio, Ladislao Monte, entregou ao governador Camilo Capiberibe um requerimento, denominado “Ato Conjunto”, com reivindicações da classe para a melhoria dos negócios e vendas no Estado. O documento consiste em cinco pontos:

A substituição do pregão eletrônico pelo pregão presencial, por conta da dificuldade da concorrência com empresas de fora do Estado, devido a falta da internet Banda Larga. Medida já adotada pelo governo, mas que os empresários não tinham conhecimento; a regulamentação da Lei que garante tratamento diferenciado a Empresa de Pequeno Porte (EPP) e microempresas amapaenses.

O documento também solicita o fortalecimento da Segurança Pública no Estado. Em resposta a essa reivindicação, o governador explicou aos presentes as ações do Executivo para a manutenção da paz no Amapá. Camilo Capiberibe pontuou o chamamento de concursados, o aparelhamento dos órgãos do setor e o diálogo com o Ministério da Justiça para a aquisição de um helicóptero equipado, que será comprado no segundo semestre de 2011.

Os comerciantes também pediram a viabilização da Banda Larga. O governador disse que existem várias possibilidades em andamento para a implantação da boa conexão de internet no Amapá, como o Linhão de Tucuruí, previsto para 2012, o Projeto Praças Digitais, três em Macapá e uma no município de Santana, e um acordo com as empresas responsáveis pela pavimentação da BR-156, que consiste em enterrar cabos de fibra ótica até o município de Oiapoque, onde ocorrerá uma interligação com Caiena (FRA).

O último pedido dos investidores locais foi a melhoria das condições para o Turismo. Camilo Capiberibe afirmou que buscará recursos junto ao governo federal e a iniciativa privada, para a construção do Porto de Santana e outras benfeitorias para o setor.

O presidente da Fecomércio agradeceu a atitude do governador e elogiou a postura de Camilo Capiberibe em trabalhar para que a iniciativa privada local prospere. Ladislao afirmou que o empresariado saiu da reunião com boas expectativas de negócios para o segundo semestre.

Criação de Fórum

Na reunião, foi acordado que será criado o Fórum de Debate, entre a equipe de governo e membros das associações ligadas ao comércio. A ação irá oportunizar o diálogo entre a iniciativa privada e o governo, com o objetivo de formular medidas para a melhoria do setor. Para o titular da Jucap, a reunião foi positiva e marca o início de parceria entre a iniciativa privada e o governo estadual.

“Essa reunião foi proveitosa, pois conseguimos esclarecer aos empresários locais onde o Estado está investido, o que o governo pagou e o que estamos fazendo para a o aquecimento do comércio amapaense. A partir de maio de 2011, sentimos uma melhoria, quando houve o crescimento do índice de empregos. Enfim, o encontro foi muito bom para alinharmos o Poder Executivo com a iniciativa privada”.

Elton Tavares
Assessor de Comunicação Social
Secretaria de Estado da Comunicação Social
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*