Gea e Alap propõem força-tarefa financeira para reabastecer os hospitais com medicamentos

justiçafederal1 (1)

A Assembleia Legislativa, a Justiça Federal e o Ministério Público Federal intermediaram esta semana uma rodada de reuniões entre empresários fornecedores de medicamentos e suprimentos para a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e garantiram, já para a próxima semana, o pagamento de mais de R$ 1 milhão para abastecer a rede estadual. O recurso seria para a Alap, que optou pelo fracionamento do duodécimo. Até dezembro, o governo também se comprometeu em fazer o desembolso de R$ 2 milhões ao mês, totalizando mais R$ 8 milhões. Ao todo, R$ 9 milhões serão utilizados até dezembro para pagar débitos com fornecedores de medicamentos e suprimentos para hospitais.

A primeira reunião, ocorrida na segunda-feira, 22, foi intermeadida pela juíza federal Lívia Cristina Marques Perez e deputado Pedro DaLua. Nesta sexta-feira, 26, em nova reunião, também estiveram os deputados Jaci Amanajás, Dr. Furlan, Augusto Aguiar e Jory Oeiras . Jaci Amanajás apresentou a proposta de que o governo adiasse o repasse de uma parte do duodécimo para ser utilizado no pagamento de fornecedores.

justiçafederal2
O governo do Estado, por sua vez, reorganizou seu cronograma de pagamentos, dando prioridade aos fornecedores de medicamentos. Com a soma desses esforços, foi possível garantir mais de R$ 2 milhões por mês até o final do ano, abastecendo assim toda a rede estadual. A proposta de fracionamento do duodécimo para priorizar pagamento de medicamentos foi aprovada pelos deputados na sessão desta terça-feira, 23.

Jaci Amanajás foi bastante elogiado pela secretária de saúde, Rosália Figueira, pela atitude de priorizar os pagamentos da saúde. Em que é o pese o governo iniciar o pagamento dos fornecedores somente a partir do dia 10 de setembro, muitos hospitais estão desabastecidos e os fornecedores necessitam receber já na próxima semana.

Assembleia Legislativa
Departamento de Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *