GEA e representantes da construção civil firmam parceria para capacitação de mulheres


A primeira-dama do Estado, Cláudia Camargo Capiberibe, representando o governador Camilo Capiberibe, reuniu-se nesta terça-feira, 6, no Palácio do Setentrião, com o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Amapá (Sinduscon/AP), Roberto Souza, a deputada estadual Telma Gurgel e o empresário Eduardo Corrêa, da VEX Construções.

Durante o encontro, foram acertados os detalhes para a assinatura, no próximo dia 8 de março, de um Protocolo de Intenções com o Sinduscon para a capacitação de aproximadamente 100 mulheres. A formação preparará as cidadãs para atuarem na construção civil. A medida faz parte da programação dedicada ao Mês da Mulher.

De acordo com a primeira-dama, a ação será executada em parceria com a Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Sete), Secretaria de Estado da Inclusão e Mobilização Social (SIMS) e Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas para as Mulheres (SEPM). A capacitação será totalmente custeada pelo Governo do Amapá. Ela explicou que, após a qualificação, as beneficiadas estarão aptas a se inserirem no mercado de trabalho.

Cláudia Capiberibe ressaltou que, por meio da parceira com o Sinduscon, algumas das capacitadas poderão ser empregadas nas empresas ligadas ao Sindicato. A primeira-dama enfatizou que o objetivo é criar ações efetivas, de cunho social, econômico e educativo para beneficiar as mulheres do Amapá e, consequentemente, gerar emprego e renda no Estado.

“Essa parceria é fundamental. Pois, além de capacitar, irá valorizar a mão de obra das nossas mulheres. A formação irá deixá-las aptas para o trabalho na construção civil, o que gerará emprego e renda para as cidadãs e atenderá a demanda de mão de obra no setor. Dessa forma, o Estado cumpre seu papel social de inclusão produtiva e aquece a economia no Amapá”, disse a primeira-dama.

Dados oficiais

Conforme o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), no final de fevereiro de 2012, o Amapá permaneceu no topo da lista dos estados com melhor saldo positivo proporcional na geração de empregos com carteira assinada.

Com um crescimento de 12,41% no estoque de assalariados formais nos últimos doze meses, o Amapá começou 2012 mantendo a mais alta taxa proporcional do país. Nesse período, foram gerados 37.363 novos empregos, contra 29.738 desligamentos, garantindo um saldo positivo de 7.625 contratações.

Elton Tavares
Assessor de comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *