GEA entrega mobílias para as escolas da rede estadual

O governador do Amapá, Camilo Capiberibe, entregou nesta quarta-feira, 5, no Palácio do Setentrião, 12.500 carteiras, destas, 200 adaptadas para alunos que usam cadeiras de roda e mais 300 conjuntos (mesas e cadeiras) com o padrão estabelecido pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), para alunos e professores da rede pública estadual de ensino. A ação, executada por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seed), faz parte da política de estruturação das escolas de ensinos fundamental e médio.

Segundo o titular da Seed, Adalberto Carvalho, o investimento na aquisição dos móveis foi na ordem de R$ 1.052.748,19, recurso proveniente do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundeb). O secretário pontuou que, desde o início da atual gestão, foram compradas um total de 20 mil carteiras para as instituições de ensino da rede estadual.

Adalberto Carvalho explicou que as mobílias do ensino fundamental são de cor vermelha e as de ensino médio cor azul. O secretário elucidou que as carteiras antigas estão sendo substituídas e aquelas que precisam de manutenção serão encaminhadas ao Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen), onde os internos farão os devidos reparos. Os novos equipamentos serão distribuídos em escolas já existentes e nas que serão inauguradas até o final de 2012, na capital e no interior do Estado.

Equipamento e escolas beneficiadas

Conforme Adalberto Ribeiro, as escolas do ensino fundamental que receberão as carteiras são: Escola Estadual Nilton Balieiro; Escola Estadual Barão do Rio Branco; Escola Estadual Coracy Nunes; Escola Estadual Irineu da Gama Paes; Escola Estadual Princesa Isabel; Escola Estadual Padre Vitório Galeano; Escola Estadual José Bonifácio; Escola Estadual Waldecy Ferreira; Escola Estadual Calafate; Escola Estadual Dom Aristide Pirovano e Escola Estadual Josefa Jucileide.

As instituições de ensino médio que serão contempladas são: Escola Estadual Colégio Amapaense; Escola Estadual Alexandre Vaz Tavares; Escola Estadual Antônio Cordeiro Pontes e Escola Estadual Tiradentes.

“Este programa de revitalização da mobília escolar, assim como as ações estruturais e pedagógicas, contaram com o empenho direto do governador Camilo Capiberibe, que nos deu suporte para trabalhar na melhoria da educação no Amapá”, comentou Adalberto Ribeiro.

Recuperação da credibilidade e aumento do recurso para a educação

Na ocasião, o titular da Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Tesouro (Seplan), Juliano Del Castilo Silva, enfatizou que o recurso do Fundeb, que possibilitou a aquisição do equipamento, é fruto da recuperação da credibilidade do Governo do Amapá junto ao governo federal.

Ele também destacou que 50 escolas passam por reformas, destas, 28 com recurso do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o restante com verba do tesouro estadual. Além disso, o secretário pontuou que o Governo do Amapá distribuiu computadores aos docentes do quadro estadual, por meio do programa Professor Conectado, e lançou o Boletim Eletrônico, onde ambas as medidas modernizam o ensino público.

Del Castilo lembrou ainda que Camilo Capiberibe reforçou a merenda escolar, inclusive com produtos regionalizados, comprados dos produtores amapaenses e realizou a primeira Feira do Livro do Amapá (Flap), entre outras medidas para o fortalecimento da educação do Amapá.

O secretário finalizou anunciando que, por orientação do governador, a Seplan estuda o aumento do orçamento do Estado para a educação de 25% para 33%, ao todo, 8% a mais do que a Lei Nacional determina.

A opinião do educador

A diretora da Escola Estadual Alexandre Vaz Tavares, Maria Costa, que representou os diretores das instituições de ensino do Estado, salientou que as ações de governo em prol da educação no Amapá são concretas. Opinião avalizada pelo professor Nilton Nascimento, representante dos educadores.

“Agradecemos ao governador Camilo Capiberibe essa mobília, que faz parte da reestruturação da educação, um conjunto de ações efetivas de valorização e melhoria da qualidade do ensino e das condições de trabalho para os educadores. O nome disso é gestão responsável”, destacou Maria Costa.

O governador ressaltou que, mesmo com os problemas herdados, juntamente com a equipe de governo, conseguiu avanços significativos para o resgate e reestruturação da educação no Amapá. Também durante seu pronunciamento, Camilo Capiberibe afirmou que continuará investindo em boas condições para alunos e professores, mas que a partir de 2013, o desafio é comprar mobília escolar dos moveleiros amapaenses.

“Apesar de todas as dificuldades, estamos investindo em equipamentos, merenda, reformas e construções de escola. Nosso desafio, a partir de 2013, é usar o poder de compra do governo e adquirir mesas e carteiras feitas pelos moveleiros amapaenses, para fomentar a economia local. Estamos trilhando o caminho do desenvolvimento, com muito trabalho e responsabilidade. Tenho certeza que, até 2014, construiremos uma educação de qualidade no Amapá”, ponderou o governador.

Elton Tavares/Secom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *