Governador acompanha atendimentos no HCA e PAI e anuncia entrega de 94 novos leitos como medida emergencial

O governador Clécio Luís, a secretaria de Saúde, Silvana Vedovelli, e a presidente da Fundação de Saúde, Gisela Cezimbra, estiveram na segunda-feira, 15, no Pronto Atendimento Infantil (PAI) e no Hospital da Criança e do Adolescente (HCA) para conversar com as famílias e profissionais de saúde, além de inspecionar as obras das enfermarias que devem ampliar para mais 94 leitos, incluindo áreas exclusiva para pacientes indígenas.

O Amapá enfrenta um surto de síndromes gripais, especialmente a forma mais grave da doença, com a circulação dos vírus da Influenza A e B, e o Vírus Sincicial Respiratório (VSR). Para amenizar os impactos e a superlotação nas unidades, várias medidas foram tomadas, como decretar situação de emergência na saúde pública, abrir novos leitos, reforçar escalas de plantões, mais cilindros de oxigênio, medicamentos, insumos e correlatos, entre outras iniciativas.

“Os novos leitos irão amenizar ainda mais esse volume de demanda dando mais dignidade e conforto aos pais e seus filhos. Esta é uma das nossas ações mais prioritárias e resolutivas desta situação”, destacou o governador.

As enfermarias já estão com a estrutura física pronta, e na fase de instalação de algumas mobílias e das 70 centrais de ar adquiridas. A entrega está prevista para esta semana.

No PAI, salas administrativas foram transformadas em enfermarias, abrindo 32 novos leitos, além de mais 4 leitos na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), totalizando 24 leitos, todos já ocupados.

Uma tratativa da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) com um hospital particular de Santana, possibilitou a oferta de mais 30 leitos clínicos, destes 12 já foram ocupados por pacientes que foram transferidos do HCA. No caso desses pacientes, o governo disponibilizou uma van para fazer o transporte dos familiares nos horários de visita.

Equipes do Ministério da Saúde e da Força Nacional de Saúde chegam nesta segunda, 15, e terça-feira, 16, trazendo profissionais pediatras e intensivistas para a ação emergencial, além de 180 kits de exames RT PCR, e a medicação Tamiflour, usada no tratamento das síndromes gripais. A Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) também foi contactada pela Sesa para enviar mão de obra.

“Todas essas medidas são importantes para atendermos o fluxo atual e ainda darmos vazão aos novos atendimentos que continuam chegando no PAI. Reforçamos que a vacinação é importante e os pais precisam se atentar ao calendário vacinal”, enfatizou a secretária de Saúde, Silvana Vedovelli.

Clécio Luís reuniu com os profissionais que atuam no atendimento do HCA, ouviu as principais demandas na unidade e acompanhou o trabalho das equipes.

Texto: Cássia Lima
Fotos: Ascom/Sesa
Secretaria de Estado da Comunicação – SECOM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *