Governador recepciona médicos e enfermeiros residentes que iniciam atividades no Amapá


O governador do Amapá, Camilo Capiberibe, recepcionou nesta quinta-feira, 1º de março, no Palácio do Setentrião, 16 médicos e 12 enfermeiros residentes aprovados no Programa de Residência Médica 2012. O concurso foi efetuado por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). Os profissionais irão fortalecer o quadro funcional da rede estadual de saúde. O objetivo é melhorar os atendimentos nos hospitais do Estado.

De acordo com o titular da Sesa, Edílson Mendes, os médicos foram aprovados em um concurso realizado em Macapá, Belém (PA) e Brasília (DF). Segundo ele, os médicos e enfermeiros darão, a partir desta quinta-feira, o plantão uma vez por semana e com carga horária de 60 horas semanais. Todos receberão do Estado, sem distinção, uma bolsa mensal de estudo no valor de R$ 2.388,00 e mais auxílio-moradia, para os profissionais vindos de outros estados, de R$ 300,00.

O secretário explicou que os médicos se especializarão nas seguintes áreas: Cirurgia-Geral (dois anos), Ginecologia-Obstetrícia (três anos), Pediatria (dois anos) e Clínica Médica (2 anos). Os enfermeiros se capacitarão em Enfermagem Cirúrgica, Saúde da Família e Obstetrícia, em um período de dois anos.

Edílson Mendes disse ainda que os profissionais começam hoje a residência médica nos hospitais da rede estadual: Hospital de Emergência, Hospital da Mulher, Hospital de Clínicas Alberto Lima (HCAL), Hospital da Criança e do Adolescente, Maternidade Mãe Luzia, Policlínica da Universidade Federal do Amapá (Unifap) e Hospital São Camilo. Dos 16 médicos, somente seis são amapaenses. Já os enfermeiros são todos do Amapá.


O governador deu as boas vindas aos profissionais e se comprometeu em trabalhar, junto a Sesa, para que os residentes tenham condições de trabalho. “É importante que médicos e enfermeiros especialistas venham para o estado para melhorar a qualidade dos atendimentos. A saúde pública digna para a população é um grande desafio para nós e estamos trabalhando e investindo para fazer a saúde deste Estado funcionar. Tudo para que nossos cidadãos tenham atendimentos de qualidade”, ponderou o governador.

Camilo Capiberibe ressaltou que o Estado investe na saúde mais recursos do que o destinado por lei ao setor e afirmou que fará concurso público para a área. “Estamos nos esforçando para adequar à estrutura dos nossos hospitais, que encontramos muito defasada. Para isso, além do orçamento da Sesa, investimos dinheiro do tesouro estadual. Além da parte física, vamos fazer um concurso para a área da saúde, que disponibilizará 1.600 vagas para o setor”, completou o governador.

Participaram do encontro o coordenador da Comissão de Médicos Residentes do Amapá (Corema), Dr. Angerry Rêgo, a coordenadora da Comissão de Residência em Enfermagem (Core), enfermeira Kalina Silva, a coordenadora do curso de Medicina na Unifap, professora Dr. Kátia Jung e instrutores do curso de pós-graduação médica e de enfermagem residente.

Elton Tavares
Assessor de comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *