Governo do Amapá e comunidade de Mazagão divulgam programação oficial dos 247 anos da Festa de São Tiago

A comunidade de Mazagão Velho, representada pelo Instituto Cultural da Festa de São Tiago, divulgou a programação oficial da Festa de São Tiago 2024, que recebe apoio do Governo do Amapá. Este ano, a mais tradicional manifestação cultural e religiosa do Amapá completa 247 anos e será realizada de 16 a 28 de julho, no município de Mazagão.

A Festa de São Tiago mistura rituais religiosos, cavalhadas e teatro a céu aberto para contar a aparição de Tiago como um soldado anônimo, que lutou ao lado dos cristãos na batalha contra os mouros. Durante esse período, a habitualmente pacata vila recebe milhares de visitantes para prestigiar as festividades.

A programação é organizada pela comunidade, através do Instituto Cultural e da Comissão Religiosa da Paróquia Nossa Senhora da Assunção de Mazagão Velho, com apoio do Governo do Estado e da Prefeitura de Mazagão.

“Trabalhamos com muita dedicação, para todo ano entregar à população amapaense e aos turistas, a melhor Festa de São Tiago possível. É uma celebração da comunidade, mas que hoje envolve a união de esforços de vários entes, para fortalecer e manter a tradição”, ressaltou o presidente do instituto, Alexandre Queiroz de Jesus.

Sede do Governo do Amapá

Pelo segundo ano, a sede administrativa do Governo do Estado deverá ser transferida, de maneira simbólica, para a Vila de Mazagão Velho, a exemplo de 2023. As decisões e atos do executivo estadual deverão ser tomados e assinados no Palácio Rio Mutuacá, espaço físico construído para essa finalidade e utilizado pelo Município durante o ano.

Tradição trazida da África

Trazida da África no século 18, a Festa de São Tiago remonta à fundação da Vila de Mazagão Velho pela Coroa Portuguesa, no ano de 1770. Em Mazagão Velho, as batalhas entre mouros e cristãos começaram a ser encenadas em 1777, como forma de resgatar a memória da “Mazagão original”, uma colônia portuguesa no Marrocos desativada e transferida para o Amapá.

Atualmente, a tradição movimenta a Vila de Mazagão, em 12 de dias de programação, que inclui a parte religiosa, cultural (encenações teatrais), festas dançantes, além de atrações artísticas durante o dia, no balneário às margens do rio Mutuacá.

O momento mais aguardado da parte teatral é nos dias 24 e 25 de julho, quando acontecem as representações das batalhas entre os mouros e cristãos. São diversos episódios e personagens para recontar, todos os anos, uma história de fé e heroísmo; difícil o expectador não se encantar com a “Entrega dos Presentes”, o Baile de Máscaras, a passagem do “Bobo Velho”, o início da Guerra, a descoberta e morte do Atalaia, a tomada do Estandarte, o Rei Caldeira, o Menino Caldeirinha e as figuras de São Tiago e São Jorge, que consolidam mais de dois séculos e quatro décadas de fé e devoção.

Translado para Macapá

Durante três dias, 13, 14 e 15 de julho, uma comitiva se desloca de Mazagão Velho para Macapá, levando as imagens de São Tiago e São Jorge para a capital, visitando residências, empresas e órgãos públicos.

O translado é uma forma de reforçar e intensificar a divulgação e reforçar o convite para a festividade, além de proporcionar aos moradores da capital uma “amostra” do que acontece durante a programação e ainda arrecadar donativos. Além das figuras principais, São Tiago, São Jorge e Atalia, a comitiva traz caixeiros, grupo litúrgico (rezadeiras) e um número reduzido de cavaleiros mouros e cristãos vestidos a caráter.

Festa exclusiva para as crianças

Durante os dias 27 e 28 de julho, as crianças têm uma festa protagonizada só por elas. Os pequenos repetem os rituais feitos pelos adultos dois dias antes, como forma de aprenderem a tradição que um dia será responsabilidade delas perpetuarem.

A Festa de São Tiago também conta com as figuras de São Tiago, São Jorge, Atalaia, Menino Caldeirinha e os mouros e cristãos. Elas encenam os episódios “montadas” em cavalinhos de miriti e enfeitados com papel de seda, confeccionados especialmente para os pequenos “cavaleiros”.

Confira a programação oficial da Festa de São Tiago 2024:

Dia 16/07 (terça feira)

4h – Alvorada festiva;
12h – Vominê (igreja e casa dos festeiros – Figuras);
18h – Primeiro translado das imagens de São Tiago e São Jorge para a capela;
18h20 – Procissão;
19h – Missa;
21h30 – Arraial a cargo da Comunidade de Mazagão Velho, Igreja Nossa Senhora da Assunção;
23h30 – Baile Dançante até às 5h no Barraco de São Tiago.
Dia 17/07 (quarta feira)

12h – Vominê (igreja, casa dos festeiros – Figuras);
18h30 – Novena;
20h – Arraial;
23h30 – Baile Dançante até às 4h no Barraco de São Tiago.
Dia 18/07 (quinta-feira)

12h – Vominê (igreja, casa dos festeiros – Figuras);
19h – Novena;
20h30 – Arraial;
23h30 – Baile Dançante até às 4h no Barraco de São Tiago.
Dia 19/07 (sexta-feira)

12h – Vominê (igreja, casa dos festeiros – Figuras);
18h30 – Novena;
20h – Arraial promovido pelo Instituto Cultural da Festa de São Tiago (Cavaleiros, Atiradores, Fogueteiros, Caixeiros, Máscaras);
23h30 – Baile Dançante até às 4h no Barraco de São Tiago;
Dia 20/07 (sábado):

8h – Celebração de Batizado – (Igreja Nossa Senhora da Assunção);
10h – Confissões – (Igreja Nossa Senhora da Assunção);
12h – Vominê (Igreja, casa dos festeiros – Figuras);
19h – Novena;
20h – Arraial a cargo da Empresa Equinorte;
23h30 – Baile Dançante até às 5h no Barraco de São Tiago.
Dia 21/07 (domingo):

12h – Vominê (Igreja, casa dos festeiros – Figuras);
19h – Novena;
20h30 – Arraial promovido pela empresa Nort Odonto;
23h30 – Baile Dançante até 5h no Barraco de São Tiago;
Dia 22/07 (segunda feira):

12h – Vominê (igreja, casa dos festeiros – Figuras);
18h30 – Novena;
20h – Arraial promovido pelo Governo do Amapá;
23h30 – Baile Dançante até às 5h no Barraco de São Tiago;
Dia 23/07 (terça feira):

12h – Vominê (igreja, casa dos festeiros – Figuras);
19h – Missa dos Cavaleiros de São Tiago;
20h – Arraial promovido pela Prefeitura Municipal de Mazagão e Câmara de Vereadores;
23h30 – Baile Dançante até às 4h no Barraco de São Tiago.
Dia 24/07 (quarta feira):

4h – Alvorada Festiva;
12h – Vominê (igreja, casa dos festeiros – Figuras)
16h – Entrega dos Presentes;
19h – Novena;
21h30 – Baile de Máscaras até às 6h no Barraco de São Tiago.
Dia 25/07 (quinta feira):

7h – Saída do Arauto convidando as figuras para o Círio;
8h – Missa solene em frente à Capela de São Tiago (grupo de liturgia);
9h – Início do Círio;
11h – Dança do Vominê para convidados e em residências locais;
12h – Passagem do “Bobo Velho”;
15h – Saída do arauto anunciando o início da batalha, com os seguintes episódios:
– Descoberta do Atalaia;
– Morte do Atalaia;
– Armadilha (emboscada feita pelos cristãos);
– Captura e venda das crianças cristãs e partilha do dinheiro;
– Troca do corpo do Atalaia pela bandeira moura;
– Batalha entre mouros e cristãos, tomada do estandarte mouro e batalha final;
– ‘Vominê’ (dança da vitória dos cristãos);
19h30 – Recírio;
20h – Ladainha;
21h30 – Baile Dançante até às 6h no Barraco de São Tiago.
Dia 26/07 (sexta feira):

8h – Salve Rainha em louvor a Santa Ana (procissão);
9h – Baile da Melhor Idade até 0h no Barraco de São Tiago;
19h – Apresentações Culturais (palco principal).
Dia 27/07 (sábado):

5h – Alvorada festiva e início da Festa de São Tiago das crianças;
12 h – Vominê (igreja, casa dos festeiros – Figuras);
16h – Entrega dos presentes;
19h – Transladação da imagem do santo e a novena;
21h – Baile de Máscaras até às 6h no Barraco de São Tiago;
Dia 28/07 (domingo):

8h – Missa e Círio das Crianças;
11h – Visitas nas residências locais;
12h – Passagem do Bobo Velho;
16h – Batalha das Crianças;
20h – Recírio;
23h30 – Baile Dançante até às 6h no Barraco de São Tiago.

Texto: Gabriel Penha
Foto: Gabriel Penha/GEA
Secretaria de Estado da Comunicação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *