Governo do Amapá lança editais e premia dissertações de doutorado

 
O governador do Amapá, Camilo Capiberibe, lançou nesta segunda-feira, 19, no Palácio do Setentrião, dois editais de bolsas para doutores e estudantes de graduação. Ao todo, sete projetos receberão apoio financeiro do Estado. A ação será executada por meio da Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia (Setec), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Conforme o titular da Setec, Antônio Cláudio Carvalho, o objetivo dos editais é atrair e fixar pesquisadores com título de doutorado para instituições públicas ou privadas do Estado. O secretário disse também que o governo estadual financiará projetos de mestrado e doutorado que visa à investigação científica e tecnológica, cujas atividades de pesquisa serão desenvolvidas no Amapá.

“O CNPq custeará o valor mensal e a Setec financiará o projeto. O investimento do governo do Estado é de R$ 36 mil para cada bolsa contemplada. Isso é um marco na história da ciência e tecnologia do Amapá. Agradecemos o empenho do governador Camilo Capiberibe, que entende a importância do desenvolvimento deste setor que dá suporte para todas as outras áreas no Amapá”, disse Antônio Cláudio.

Na ocasião, também foram premiados os dois vencedores do Prêmio Tese Amapá 2011, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amapá (Fundação Tumucumaque). As duas ações fazem parte da política de apoio à Pesquisa, Ciência e Inovação do Governo do Amapá.

Os dois graduados receberam certificados, foram premiados com um computador portátil e terão suas dissertações publicadas. As teses virarão livros por apresentarem relação direta com o Amapá.

São eles: Clarissa Silva Lima, com a tese “Aproveitamento dos Recursos Naturais Estudo da Performance Produtiva com Aplicação do Óleo de Copaíba Veiculado em Creme Vaginal” e Marcus Webster Rodrigues Araújo, com a dissertação “Configurações do Espaço Amapaense: um Mosaico de Territorialidades Autor – área de Ciências Humanas”.

De acordo com o gestor da Fundação Tumucumaque, Jadson Porto, a medida valoriza a produção científica por mestres e doutores defendida em programas de pós-graduação, em níveis de tese e dissertação, de Instituições de Ensino Superior (IES).

Para o governador, é preciso construir um ambiente favorável para a pesquisa, ciência e tecnologia no Amapá, pois isso promove o desenvolvimento do Estado. Para tal, Camilo Capiberibe, mesmo com problemas orçamentários causados por dívidas herdadas, investiu e apoio o setor em 2011.

“Precisamos construir instrumentos que apóiem a pesquisa científica em nosso Estado e condições de trabalho para mestres e doutores. Não estamos contratando pesquisadores, estamos incentivando. Este é um caminho importante e apoiamos isso. Mesmo com todas as dificuldades que tivemos, conseguimos investir no setor. Mas, pretendemos ampliar este apoio à Ciência e Tecnologia em 2012”, disse o governador.

Também participaram do evento gestores e representantes de órgãos que, juntamente com a Setec e Fundação Tumucumaque, integram a Rede Integrada de Pesquisa do Amapá (Ripap). São eles: Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária do Estado (Embrapa/AP); Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá (Iepa); Universidade do Estado do Amapá (Ueap) e Universidade Federal do Amapá (Unifap).

Elton Tavares
Assessor de comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *