Governo do Amapá participa de homenagem ao Dia Estadual do Marabaixo na Assembleia Legislativa

O Governo do Estado e a Assembleia Legislativa do Amapá (Alap) homenagearam os fazedores da cultura do Marabaixo, na sexta-feira, 14. Tocadores, cantadores e dançarinos transformaram a sessão em um momento de muita emoção e reconhecimento à tradição amapaense.

O evento, com a parceria da Fundação Estadual de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Feppir-Fundação Marabaixo) e a Secretaria de Estado da Cultura (Secult), fez parte da programação pelo dia Estadual do Marabaixo, que será comemorado neste domingo, 16.

Os trabalhos legislativos foram conduzidos pela presidente da casa, a deputada estadual Alinny Serrão. O Hino Nacional e a Canção do Amapá foram entoados ao som do rufar das caixas, pela jovem marabaixeira, Lorrany Mendes; acompanhado pelo tocador, Marcelo Coimbra. No Plenário, representantes de diversos grupos que mantêm a mais autêntica manifestação cultural do estado.

Uma das homenageadas foi a dona Josefa Chagas, integrante do grupo cultural de marabaixo da Casa Grande, na região rural de Macapá. Ela diz que a data é para ressaltar a luta pela maior manifestação da cultura afro-amapaense.

“Estou satisfeita de estar aqui, na condição de representante do Marabaixo da Zona Rural. Não é só a cultura. É algo que está dentro de cada um que faz sua parte, para manter viva essa tradição tão linda”, emociona-se dona Josefa.

A diretora-presidente da Fundação Marabaixo, Josilana Santos, integrou a Mesa dos Trabalhados e falou da importância de reconhecer a ancestralidade dos fazedores do Marabaixo.

“É uma data que celebra uma ancestralidade que dura 365 dias por ano. Um dia que negrita e legitima a reconhecida manifestação cultural, como patrimônio cultural imaterial do Brasil. O marabaixo é um legado e também é luta. É a resistência de nossos antepassados, para manter viva essa tradição. Marabaixo não é só festa, é também um grito de resistência do povo negro amapaense”, ressalta Josilana Santos.

A secretária de Estado da Cultura, Clicia Vieira, também participou da sessão solene. Ela destacou os investimentos do Governo, em especial na cultura do Marabaixo.

“O Governo do Estado investe na cultura do Marabaixo, que é a mais autêntica manifestação cultural afro-amapaense. Houve o fomento para o Ciclo do Marabaixo e ainda, pelo segundo ano, a Central do Marabaixo foi um espaço onde a população e visitantes conheceram o melhor da cultura marabaixeira “, ressaltou a secretária.

Texto: Gabriel Penha
Fotos: Nayana Magalhães/GEA
Secretaria de Estado da Comunicação – SECOM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *