Governo do Estado encerra aulas do projeto ‘Afro Mulher’ com exposições e desfile de moda, em Macapá

Para marcar o encerramento das aulas do projeto ‘Afro Mulher’ no Conjunto Macapaba, na Zona Norte de Macapá, o Governo do Estado realiza, no próximo sábado, 27, o evento ‘Expo Afro’, com exposições, atrações culturais e desfile de moda, na Escola Estadual Antônio Munhoz, a partir das 18h, no residencial.

O ‘Afro Mulher’ ofereceu, durante três meses, capacitação gratuita a 120 mulheres negras do habitacional, com objetivo de estimular a geração de renda e independência financeira.

Para apresentar os resultados do que as alunas aprenderam, o ‘Expo Afro’ reunirá comercialização dos produtos confeccionados nos cursos de fabricação de biojóias e artesanato; serviços do curso de trancista, além de um desfile de moda com as peças produzidas nas aulas de corte e costura e serigrafia.

Durante o evento, no Conjunto Macapaba, as participantes receberão os certificados de conclusão das capacitações. O projeto é desenvolvido pela Fundação Estadual de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Fundação Marabaixo), em parceria com a grife de moda afro-amapaense Zwanga Fashion.

“Essa parceria nos permitiu levar qualificação profissional através das formações e, ainda, incentivar o empreendedorismo às mulheres negras do Macapaba. Muitas das participantes são mães solo. Assim, o projeto nos permite criar novas perspectivas para elas”, conta a diretora-presidente da Fundação Marabaixo, Josilana Santos.

Afro Mulher

O projeto Afro Mulher tem como principal objetivo garantir a implantação, efetivação e ampliação das políticas públicas de igualdade racial.

A iniciativa passa a integrar o programa Amapá Afro, instituído em âmbito estadual pela Lei 1.519 de 2010. Trata-se de um grande programa que prevê ações permanentes para populações negras, quilombolas e tradicionais do Amapá, para garantir a igualdade racial em diferentes setores como: educação, cultura, saúde, habitação, infraestrutura, saneamento básico e diversos outros.

Texto: Gabriel Penha
Foto: Gabriel Penha/ Fundação Marabaixo/GEA
Secretaria de Estado da Comunicação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *