Grupo de pesquisa POTEDES da UNIFAP faz dez anos de reflexões e produtos sobre a região das Guianas

Por Yurgel Caldas e Gutemberg de Vilhena.

O Grupo de Pesquisa POTEDES (Políticas, Territórios e Desenvolvimentos) da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP) cumpriu, no último sábado (20/01) dez anos de trabalhos que convergem para uma série de reflexões em torno da região das Guianas. Coordenado pelo Prof. Dr. Gutemberg de Vilhena Silva – atual diretor-presidente da FAPEAP (Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Amapá) – o Grupo POTEDES comemorou uma década de interessantes serviços prestados em várias áreas das Ciências Humanas e interfaces com outras áreas do conhecimento, como a Saúde, fazendo uma reunião ampliada que teve a participação de alguns professores (Jadson Porto, Rosilene Furtado e Bruno Cavalcante – este do IFAP) e alunos da graduação (bolsistas de Iniciação Científica) e da pós-graduação (mestrandos e doutorandos) da Unifap.

O Grupo POTEDES possui uma vasta produção com uma diversidade de temas e abordagens metodológicas preocupadas em analisar, dentre outros fenômenos, a implantação de políticas territoriais como formas de promover o desenvolvimento socio-econômico da região das Guianas. Para isso, o grupo de pesquisa conta com uma ampla rede de colaboradores locais e nacionais, o que lhe garante também uma boa inserção internacional, com pesquisadores de outros países como a França e o Suriname.

Na tarde do sábado (20), o Grupo POTEDES, capitaneado por Gutemberg Silva, fez um apanhado dos trabalhos de pesquisa vigentes e projetou as ações para os anos de 2024 a 2026, em torno dos recursos do Edital Universal do CNPq (2023), que o Grupo vai encampar em trabalhos de campo que deverão consolidar reflexões teóricas e abordagens metodológicas sobre diversos objetos de investigação na região das Guianas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *