Grupo Equatorial apresenta selecionados pelo edital de patrocínio de projetos culturais e esportivos no Amapá

O Grupo Equatorial no Amapá realizou na quarta-feira (05) a apresentação dos projetos de esporte e cultura selecionados pelo edital de patrocínio no estado. A cerimônia aconteceu na sede da empresa em Macapá e reuniu os representantes dos escolhidos nesta primeira seleção, que conta com mais de R$2,5 milhões de investimento.

O Grupo Equatorial lançou em março deste ano o seu primeiro edital para seleção de projetos aprovados em leis federais de incentivo. O objetivo é promover o desenvolvimento social, cultural e esportivo por meio de projetos que contribuam para um ambiente mais inclusivo e socialmente responsável.

Ao todo, são R$ 10 milhões destinados às concessões da Equatorial no Amapá, Pará, Piauí, Maranhão, Alagoas, Goiás e Rio Grande do Sul. O edital recebeu mais de 400 inscrições distribuídas nas categorias Cultura, Audiovisual e Esporte. Após análise dos projetos por um comitê técnico do Grupo, foram selecionadas 28 iniciativas, sendo 20 culturais e oito esportivas.

Todas se enquadram em pelo menos um dos eixos principais das áreas de enfoque previstas no edital, que são: valorização da cultura e identidade local; salvaguarda de patrimônio cultural; educação/capacitação; geração de trabalho e renda; formação de atletas; projetos com perfil social e de itinerância; e, inclusão social.

A paratleta amapaense e campeã mundial de atletismo, Wanna Brito, esteve no evento e parabenizou a iniciativa do grupo em investir na formação de novos talentos no esporte e na cultura: “Precisamos sim de ações como essas, que valorizem os esforços dos nossos atletas e que impulsiona carreiras e projetos de impacto social. Eu agradeço”, disse a esportista que iniciou seus treinamentos em uma das iniciativas selecionadas pelo edital.

Selecionados no AP

No Amapá, 21 projetos se inscreveram pelo edital e 5 foram selecionados para receber o aporte: três voltados à prática esportiva e outros dois voltados ao teatro. São eles:

· Oitavo Festival Curta Teatro, da Associação Artística Cultural, Ói Nóz Aki, que receberá aporte de R$ 343.986,50;
· Projeto Viver de Bike, do Instituto Hoffmann de Desenvolvimento Esportivo, que receberá aporte de R$ 513.414,28;
· Projeto Viva Atletismo Olímpico e Paralímpico, da Federação de Atletismo do Amapá, que receberá aporte de R$ 700.000,00.
· Projeto Se Liga! Da Companhia Atores do Mar, que receberá aporte de R$ 743.004,90
· Projeto Roda do Bem, do Instituto Brasileiro Cultural e Socioeducativo, que receberá aporte de R$ 998.980 para ações de capoeira com jovens no Vale do Jari.

Juntos pelo futuro

O representante do Projeto Viver de Bike, Wili da Silva, falou sobre a importância deste momento para os atletas que aguardavam esta oportunidade: “Queremos agradecer o apoio do Grupo Equatorial do Amapá e ressaltar que a energia que estamos recebendo fortalece a construção dos nossos sonhos e isso é o que mais importa. Que este seja apenas o começo de muitas parcerias pelo desenvolvimento”, disse o treinador.

Os selecionados pelo edital aproveitaram o momento para apresentar seus projetos e fizeram demonstrações do trabalho que realizam e das inspirações que os motivam. A Associação Artística Cultural Ói Nóz Aki trouxe uma intervenção cultural em forma de espetáculo e o Projeto Roda do Bem transformou o auditório em uma grande roda de capoeira.

“O Grupo Equatorial acredita no desenvolvimento social que passa por iniciativas de esporte, cultura, educação, inovação, tecnologia e outros. Com muito orgulho anunciamos os primeiros selecionados pelo nosso edital e sabemos que é grande o impacto que estes agentes de transformação levarão com o nosso apoio, pois juntos, temos uma energia revolucionária”, concluiu Augusto Dantas, presidente do Grupo no Amapá.

Marcelle Nunes
Gerência de Comunicação Externa e Marketing
Tel.: (96) 98106-4232
E-mail: [email protected]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *