Hemoap tem mais de 24 mil cadastrados no Programa para doação de medula óssea

download (4)
Em atividade há 7 anos no Estado, o Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome), que funciona no Instituto de Hematologia e Hemoterapia do Amapá (Hemoap), tem encaminhado doadores amapaenses para diversas regiões do país.

Com mais de7156_dscf0139 24.500 mil cadastros de potenciais doadores de medula, o Hemoap funciona como articulador encaminhando os doadores para outras regiões do país. O órgão funciona prioritariamente com pessoas que já são doadores de sangue. “Esse doador já tem em si o ato de ser voluntário, e nós temos os dados cadastrais frequentemente atualizados”, explicou Fabiano Fonseca, coordenador do Redome no Amapá.

Na última semana foi aprovado na Câmara Municipal de Macapá o Projeto de Lei Carlos Daniel Pereira, que estipula o período de 14 a 21 de dezembro a Semana de Incentivo à Doação de Medula Óssea, em parceria com o Hemoap.7156_dscf0138

A medula óssea é um tecido líquido-gelatinoso que ocupa o interior dos ossos, conhecida popularmente por ‘tutano’. Nela são produzidos os componentes do sangue: hemácias (glóbulos vermelhos), leucócitos (glóbulos brancos) e plaquetas, essenciais no combate a diversos tipos de câncer, como a leucemia.

Como na doação de sangue, qualquer pessoa entre 18 e 55 anos que esteja saudável pode doar medula óssea. O candidato deve procurar o Hemoap e preencher um formulário que autoriza a coleta de amostra de sangue. “Essa amostra é enviada para um laboratório, onde são realizados exames de tipificação de HLA [Antígeno Leucocitário Humano], que é o percentual de compatibilidade necessário nos transplantes de medula óssea”, explicou Fabiano.3446_hemoapsangue11-220x205

Os dados cadastrais do futuro doador são enviados ao Instituto Nacional de Câncer (Inca) onde são cruzados com outro sistema de dados, o Rereme, que é o registro de pessoas que precisam de transplante de medula óssea.

O coordenador do Redome explica que, existindo a compatibilidade entre doador e receptor, o Inca entra em contato com o doador, fornecendo os esclarecimentos necessários. Em seguida o Hemoap coleta a segunda amostra de sangue para o exame de altacompatibilidade.

“Quando confirmada a altacompatibilidade, o doador é acionado para efetivar a doação. Quem determina para onde o doador irá se deslocar é o Inca. Já tivemos casos de doadores que viajaram para Natal, São Paulo e outros estados das regiões Sudeste e Sul. O doador viaja com um acompanhante e todas as despesas são bancadas pelo Inca”, explicou o Fonseca.1927_dsc_0110-220x200

Mas de 30 doadores amapaenses já deram compatível para doação e ajudaram a salvar outras vidas no Brasil e até em outros países. “O Redome tem cooperação técnica com outros países, e temos um exemplo de um doador amapaense que está sendo selecionado para doar na Filadélfia, nos Estados Unidos” comemorou Fabiano.

O que é preciso para doar sangue ou medula óssea:hemoap-p4

– Ter entre 18 e 55 anos de idade e boa saúde
– Pesar no mínimo 50 quilos
– Saber que a doação é um ato altruísta e voluntário
– Ser sincero durante as entrevista de triagem clínica
– Dormir pelo menos 6 horas na noite anterior
– Não ingerir bebida alcoólica nas últimas 12 horas
– Tomar café normalmente antes de doar

Serviço:

O Hemoap funciona de segunda a sexta, das 7h30 às 13h30 e está localizado na Avenida Raimundo Álvares da Costa, s/n, esquina com a Rua Jovino Dinoá, Centro, em Macapá.

Assessoria de Comunicação do GEA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *