Hoje é dia de Elton – Parabéns da @telmamiranda (com felicitações da @LorenaadvLorena )

Eu com Lorena Queiroz (esquerda) e Telma Miranda (colada no eu ainda não tão gordo) – Carnaval de 1999.

Elton é o amigo de todas as tribos e de todos os tipos. Boas conversas, sejam rasas ou profundas, de acordo com o círculo, amante de fotos, textos, pessoas, cerveja e da vida.

Quem olha de longe enxerga um cara brabo (e é, se provocado) com ar blasè, mas quem tem a oportunidade de conhecer de perto sabe que por debaixo dessa “brabeza” e pseuda indiferença, ele é só coração.

Digo pseuda indiferença porque o cara é safo! Por mais que não seja “atingido” ou que não se importe com determinado fato, feito ou agente, ele não deixa passar em branco. Ele observa, conjectura e forma sua opinião como todo bom homem das letras que tem senso crítico (e de crítica) afiado.

Filho, irmão, tio, neto, primo e sobrinho amoroso e presente, parceiro e companheiro, daqueles que se declara e não deixa dúvidas de seu afeto. Apaixonado até hoje pelo pai que tenho certeza que o assiste do plano espiritual e se diverte muito, além de sentir orgulho, com certeza. Não tenho dúvidas da paixão pela mãe Lúcia (e seus pratos maravilhosos que apaixonam qualquer pessoa), pelo irmão Emerson, sobrinha Maitê, tia Maria, Vó Peró (essas duas são jóias pra ele) e todos os seus.

Perfeito? Nem de longe. E nem pretende, mas é um cara que todos deveriam ter na vida. Seja pra aprender, seja pra ensinar.

Eu tive e ainda tenho de longe, pois os caminhos de nossas escolhas de vida são assim mesmo, acabam nos fazendo afastar naturalmente pela rotina, trabalho, filhos, vida, mas ele sempre se mostra, sempre está lá e sei que posso contar com ele quando e se precisar.

Gratidão e desejo tudo de melhor pra você em seu novo ciclo.

Parabéns por hoje.

Feliz aniversário.

Telma Miranda

Obs: A Lorena, comigo e Telminha na foto, escreveu o texto abaixo: 

Mais um ano, né!. As vezes eu fico pensando em como é difícil cumprir este protocolo anual de parabenizar pessoas por sobreviverem mais um ano à este mundo. Eu tenho certa dificuldade de fazer isto q fazes com tanta destreza (Já comentei que tu faz as pessoas parecerem muito melhores do que realmente são). Minha dificuldade, de certo, ocorre porque as distâncias aumentam e as histórias minguam, tudo passa a ser apenas ” protocolo”.

É engraçado quando vamos escrever parabenizando alguém q realmente amamos. Eu lembro de ti diariamente, quando leio um livro ou tomo um trago, ou as duas coisas. Tem uma música do Gonzaguinha que estes dias escutei, na hora eu lembrei de ti por um trecho q descreve em ti uma das características mais nobres que tens “Mas se me der a mão, claro, aperto. Se for franco, direto e aberto. Tô contigo amigo e não abro. Vamos ver o Diabo de perto“.

Tu tens uma capacidade infinita de simplesmente ser amigo, e com uma incansável dignidade de realmente honrar o significado da palavra. Como já tinha dito, as histórias minguam e ficam só os protocolos. Com a gente nunca é assim. Todos os anos eu volto aqui e tenho algo a dizer porque sempre tenho muito à lembrar. Eu te amo imensa e eternamente. Toda a felicidade do mundo é pouco e me remete ao mecânico de se desejar à alguém, por isso eu desejo é que continues vivendo do jeito que queres viver.

Desejo à ti a liberdade de viver sempre entre pessoas boas. Desejo muitas noites de conversas fodas. Muitos pratos de mãe pra curar ressaca. Desejo sempre bons amigos e momentos pra lembrar. Felicidade em pequenas doses é o que eu desejo à ti.

Parabéns.

Te amo!

Lorena Queiroz

*Telma Miranda é advogada, ex-namorada e minha amiga há tempos.

**Lorena é advogada e minha prima/irmã a vida toda. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *