Hoje é o Dia Internacional da Dança

                                                                                          Por Elton Tavares

Hoje é o Dia Internacional da Dança, uma das três principais artes cênicas da Antiguidade, ao lado do Teatro e da Música. O conceito diz que:

 “Na maior parte dos casos, a dança, com passos cadenciados é acompanhada ao som e compasso de música e envolve a expressão de sentimentos potenciados por ela.

A dança pode existir como manifestação artística ou como forma de divertimento e/ou cerimônia. Como arte, a dança se expressa através dos signos de movimento, com ou sem ligação musical, para um determinado público, que ao longo do tempo foi se desvinculado das particularidades do teatro.
Atualmente, a dança se manifesta nas ruas em eventos como “Dança em Trânsito”, sob a forma de vídeo, no chamado “vídeodança”, e em qualquer outro ambiente em que for contextualizado o propósito artístico”.

Apesar de ser um grande perna de pau, admiro quem sabe dançar. Mas falo de dança legal, não de Brega, aquilo para mim não é música. Falando nisso, só Deus sabe o quanto sofri com as festas de escola, no auge na famigerada “Lambada”, foda-se! Só de lembrar me dá asco. Eu só dançava “Dance”, sim, era “pôperô” (risos).

Falo dos que sabem dançar o nosso Marabaixo, Samba, Salsa, Bolero, Valsa, Dança de Salão, do Ventre (ah, aquelas gostosas) e até o Forró (apesar de não ser tão fã do estilo, reconheço a importância dele para a cultura nordestina). E oTango então? Apesar de odiar argentinos, aquilo é bonito de se ver, ah se é.


Lembro de uma antiga história da família, que é natural do município de Mazagão. Mês tios contam que o meu saudoso pai vinha para Macapá, nos anos 60, passar o fim de semana (ele era o mais velho de cinco irmãos) e voltava para a cidade natal dizendo que dançava Twist na capital, só para se gabar para as meninas de lá (risos).

Como sou rock and roll, gosto também de quem sabe dançar rock, que não segue regra alguma, basta ter atitude e estilo. Cito os meus amigos Anderson Cleiton e Camila Karina, estes dois sabm o que fazer ao som de guitarras, baixos e baterias.

Finalizando o post, hoje é sexta, quem for de dança, que dance. E quem for de apreciar, como eu, tome sua cerva e curta a noite, pois hoje promete. Tenham todos um ótimo findi. Abraços na geral!
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

Commentários
  1. Pulga na Farinha

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*