Hoje é o Dia Mundial da Paz

Hoje é Dia Mundial da Paz e como temos uma sessão chamada “datas curiosas”, é claro que não deixamos passar batido. A data foi instituída oficialmente pelo papa Paulo VI em 1967, que escreveu uma mensagem propondo a criação da data, a ser festejado no dia 1 de janeiro de cada ano por apontar o caminho da vida humana para o futuro, com o mesmo fim em mãos: a paz(1.relação entre pessoas que não estão em conflito; acordo, concórdia; 2. relação tranquila entre cidadãos; ausência de problemas, de violência).

A paz é um sentimento de harmonia com outras pessoas e a relação entre os seres humanos e o tempo sempre foi de admiração e agradecimento. Há mais de 2000 mil anos, os povos babilônicos comemoravam o início do ano apenas em março, devido à chegada da primavera no hemisfério norte.

Era nessa época que eles voltavam a praticar a agricultura e esse momento ficou conhecido como o reinício da vida. Os romanos definiram posteriormente o dia 1º de janeiro como a data símbolo dessa renovação de vida, o Ano Novo. Em 1582, ela foi inserida no calendário gregoriano, promulgado pelo Papa Gregório XIII.

Ente ano, o tema é: “A paz como caminho de esperança: diálogo, reconciliação e conversão ecológica”.

Papa Francisco na Audiência Geral. Foto: Daniel Ibáñez / ACI Prensa

Na mensagem, o Papa Francisco disse: “a fratura entre os membros de uma sociedade, o aumento das desigualdades sociais e a recusa de empregar os meios para um desenvolvimento humano integral colocam em perigo a prossecução do bem comum. Inversamente, o trabalho paciente, baseado na força da palavra e da verdade, pode despertar nas pessoas a capacidade de compaixão e solidariedade criativa”.

O texto completo traz como referências principais dois eventos que marcaram o Vaticano este ano: o Sínodo dos Bispos para a Amazônia, realizado em outubro, e a viagem do Santo Padre ao Japão, no fim de novembro.

A esperança é a virtude que nos coloca a caminho, dá asas para continuar, mesmo quando os obstáculos parecem intransponíveis”, escreve o Pontífice. Entre esses obstáculos, o Papa cita as guerras e os conflitos que continuam ocorrendo, que marcam a humanidade na alma. Toda guerra, reforça, é um fratricídio.

Hoje, o pontífice celebrou missa no Vaticano para celebrar a data. Assistam aqui:

Entro neste novo ano totalmente desarmado de sentimentos ruins. Espero que assim eu permaneça. Portanto, queridos leitores, que em 2020 tenhamos muita paz em nossos trabalhos, família e demais relações. Que a Força esteja conosco!

Elton Tavares

Fontes: CNBB, Calendarr Brasil e Acidigital.

  • Avatar

    Um passeio pela significância dessa data.
    Muito bem construída a narrativa do texto.
    Ademais deixemos a Paz trabalhar em Paz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *