HOJE: Piratas da Batucada vai navegar pelo mundo encantado dos contos de fada

pitatão111

Por John Pacheco

Com um enredo para encantar adultos e crianças, a Piratas da Batucada entra na avenida do samba no domingo (15) levando príncipes, princesas, bruxas e outros personagens de histórias infantis que encantam gerações há vários séculos. A agremiação pretende fazer uma viagem nos livros de história e retratar na passarela a busca constante pelo “felizes para sempre”. Uma das mais tradicionais escolas de samba do Amapá, o “Piratão” é a quarta escola se apresentar no últimpitatão1111o dia de desfiles.

O G1 conversou com as 10 escolas de samba do Amapá e vai contar o que cada agremiação promete levar para a avenida nos dias 14 e 15.

Buscando o 17º título, a Piratas vai convocar para a avenida desde personagens universais contados pelos Irmãos Grimm, como Chapeuzinho Vermelho, Lobo Mau e A Bela e a Fera, até a boneca Emília e o Visconde de Sabugosa, das histórias de Monteiro Lobato. O enredo “Quem conta um conto, aumenta um ponto”, descreve uma grande brincadeira, convocando os personagens para uma viagem ao meio do mundo.

“É o Piratão fazendo do seu desfile um grande espetáculo para crianças, adultos e para todos aqpitatão11111ueles que trazem na memória suas lembranças mais lúdicas de histórias contadas por seus pais e avós, histórias passadas de geração em geração, nunca perdendo o encanto em despertar a imaginação de cada um, tanto de quem conta a história, quanto quem as ouve”, descreve o projeto da escola.

Ao longo de 16 alas, quatro carros alegóricos e quase 1,8 mil componentes, a Piratas da Batucada vai dividir o desfile em três setores: reinos encantados, encantos e magias e contos de fadas. O abre-alas traz a barca, símbolo da escola, que em 2015 faz referência a busca pelo tesouro, que nos contos são representados em grandes viagens onde no fim o desbravador é recompensado com um baú recheado de inúmeras riquezas.pitatão11

O segundo carro alegórico “Fadas e Bruxas” promete ser uma tentação, pois vai oferecer ao público a maçã encantada, dada pela bruxa para Branca de Neve. A carruagem mágica da Cinderela, pelo menos no desfile, não vai se tornar uma abóbora à meia-noite, e vem em um dos tripés alegóricos da Piratas da Batucada. Na bateria, o Mestre Renatinho será o rei, responsável pelos 200 ritmistas no “Reino das Batucadas”.

Piratas da Batucada

A Associação Recreativa e Cultural Escola de Samba Piratas da Batucada foi fundada em 1973 por um grupo de carnavalescos no bairro Trem, Zona Sul da capital, onde permanece até hoje. O pirata representado no escudo da escola é semelhante ao impresso em uma famosa garrafa de rum. A agremiação é a única pentacampeã consecutiva do carnaval do Amapá, levando os títulos entre os anos de 1987 e 1991.

Fonte: G1 Amapá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *