Hoje será inaugurado o novo Centro de Música Walkíria Lima (até que enfim)

Foto: José Baia/Secom

O novo Centro de Educação Profissional Walkíria Lima, única escola de música gratuita do Brasil, será inaugurada hoje (5). Na ocasião, vai rolar um concerto musical.

A nova estrutura possui quatro andares conta com estacionamento, urbanização, elevadores, auditório, salas administrativas, 44 salas de aula para estudos teóricos, coletivos e de prática individualizada, projetadas conforme as especificidades necessárias ao ensino de cada instrumento.

A Escola de Música Walkíria Lima foi inaugurada em 25 de janeiro de 1952, pelo governador da época, Janary Gentil Nunes, com o nome de Conservatório Amapaense de Música, cuja finalidade é formar e difundir a cultura musical amapaense.

Com 66 anos de existência, o conservatório formou grandes artistas da nossa música. Infelizmente, o antigo prédio da escola de música Walkíria Lima foi DEMOLIDO no governo de Pedro Paulo Dias, em 2010. É uma perda para nosso patrimônio cultural, tão importante para a formação de nossa identidade cultural.

Além do absurdo de destruir um prédio histórico, que fazia parte da memória de Macapá e da história do nosso estado, a construção da nova escola demorou oito anos.

Após a demolição, as atividades do Centro de Música passaram a funcionar em um prédio alugado no bairro Santa Rita.

Atualmente, o Walkíria Lima oferta três cursos técnicos, destinados exclusivamente aos estudantes matriculados no ensino médio, com idade mínima de 15 anos. O processo seletivo para esses cursos foi realizado em maio e as aulas terão início no segundo semestre de 2018, já no novo espaço.

Também são oferecidos cursos livres, de instrumento musical, com 10 linhas de formação, como clarinete, piano, flauta doce, violoncelo e violão popular. Esses cursos são voltados para alunos com idade mínima de 10 anos e são abertos a toda comunidade. O centro abrirá novas vagas para os cursos de instrumentos, em agosto.

Foto: Secom/GEA

O Walkíria Lima também desenvolve diversos projetos como oficinas, recitais didáticos, encontro de corais, orquestra de cordas, Big Band e Cantata de Natal. A escola de música conta com cerca de 85 funcionários, sendo 55 professores.

Como brincou um amigo meu: ” Tava pra sair a transposição do rio São Francisco antes da Walkiria”. E o Governo do Estado não faz mais do que sua obrigação de restituir a sociedade com o novo espaço. Bom, mas como amamos música e cultura, ainda bem que a nossa tradicional escola de formação musical está de volta.

Sem música a vida não faria sentido” – Friedrich Nietzsche.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *