HOJE: “Virada Democrática” reúne cultura e protesto em Macapá

Nesta sexta, 26, a Praça do Coco será palco da “Virada democrática”. A iniciativa vinda de organizações da “Frente Ampla Pela Democracia – Amapá”, formada por diversos movimentos e entidades, promove, a partir das 16 h, uma programação de shows musicais de vários artistas locais, que não representa um comício, e sim uma mobilização que envolve todas as tribos e grupos em favor da luta pela democracia.

O palco da praça vai reunir muitas pessoas para mais um ato unificado. Este é o segundo movimento puxado pelas mulheres e ativistas independentes, depois do #EleNão, que aconteceu no dia 29 de setembro. Os dois atos se referem a uma negativa à candidatura e plano de governo do candidato Jair Bolsonaro (PSL), candidato que nega representatividade a muitos grupos pertencentes a sociedade, e ao qual a Frente Ampla Pela Democracia considera uma ameaça aos direitos de todas as pessoas que lutaram por liberdade, direito ao voto e direito de se expressar.

O ato

Além da defesa da democracia, a proposta é reforçar a campanha da “Virada Democrática”, que surgiu nas redes sociais e está levando centenas de milhares de pessoas ás ruas no Brasil e em outros países.

Aberto ao público em geral, inclusive com infraestrutura para receber crianças, o evento marca o calendário das manifestações em defesa da permanência de direitos, abrindo espaço para os que estão na luta pelas minorias, fazendo isso acompanhado de muita música, exibições e performances artísticas.

Confira os artistas que estarão no palco da “Virada Democrática”:

Máfia Nortista, Master Piece, Vinicius Gonçalves, Megh Araújo,Moisés Sandino, Val Milhomen, Joãozinho Gomes, Selecta Branks, Diego Moura, Mini Box Lunar, Preto Jorge Antagonista, Zé Miguel, Mayara Braga, Stereovitrola, Jimmy Feiches, Maycon Bruno, DJ Lobotomy, DJ PinUP e Luh Salles.

Fonte: Repiquete no Meio do Mundo


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *