How do you sleep (Como você dorme), Paul?

Nem só de indiretas os Beatles viviam. Quando era para atacar o ex-companheiro de grupo com um pouco mais de classe o negócio era… cantar! Foi essa a forma que, em 1970, Paul McCartney encontrou para criticar a postura do então manipulado e iludido John Lennon. Paul então escreveria Too Many People, faixa do álbum Ram.

 A canção tem mensagens não tão subliminares, do tipo “pra bom entendedor coca é coca-cola”. O trecho: “That was your first mistake / You took your lucky break and broke it in two. / Now what can be done for you? / You broke it in two” é bem didático, dando a entender que Paul não havia engolido a separação do grupo.

Essa concepção fica ainda mais clara na última estrofe. Paul visivelmente critica a fraqueza de Lennon e sua omissão durante alguns atos e compromissos – principalmente os que relacionavam a influência de Yoko Ono: “That was your last mistake / I find my love awake and waiting to be / Now what can be done for you?”

Qualquer remota esperança que os fãs tinham de uma possível reunião do grupo foi por água abaixo quando John Lennon escreveu a resposta. Se você acha que Too Many People foi ofensiva e bastante constrangedora, prepare-se para entender um pouco mais de How Do You Sleep, faixa 8 do álbum Imagine.

 Lennon, para tocar a guitarra nessa canção, convocou um dos poucos amigos que ainda tinha: George Harrison. A letra, composta paralelamente com Gimme Some Truth, faz ataques de todas as formas que você pode imaginar. Alguns até passavam despercebidos. Não mais.
So sgt. pepper took you by surprise
You better see right through that mothers eyes
Então Sgt. Peppers te pegou de surpresa
Melhor enxergar através dos olhos daquele filho da mãe
O espetacular Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band, lançado em 1967 em plena decadência da “Beatlemania”, é recheado de lendas. E uma delas é que Paul não depositou muita confiança no lançamento de um disco não comercial, já que Sgt. Pepper pouco tocaria nas rádios.
De acordo com George Martin, lendário produtor musical, Lennon comprou a briga e defendeu que o disco devia ser lançado daquela forma, com riffs de guitarra elétrica e formato Hard Rock. O resultado: 4 prêmios Grammy – inclusive o de melhor álbum do ano – e 11 milhões de cópias vendidas só nos Estados Unidos.
Those freaks was right when they said you was dead
The one mistake you made was in your head
Aqueles malucos estavam certos
Quando disseram que estavas morto
O único engano que cometeste foi dentro de sua cabeça

Ainda hoje existem pessoas que acreditam que Paul McCartney está morto desde 1966. Inclusive, seria esse um dos motivos para que os Beatles parassem de excursionar. O motivo da morte, segundo amantes das teorias de conspiração, foi um acidente de motocicleta – que realmente aconteceu.Existem dezenas de livros que tratam desse assunto. Há quem diga, também, que todas as capas dos álbuns dos Beatles, depois da “morte” de Paul, exibem referências ao acidente.

(…)
You live with straights who tell you you was king
Jump when your momma tell you anything
The only thing you done was yesterday
And since youre gone youre just another day
Você vive com certinhos que dizem que você é rei
Pule quando sua mulher te disser qualquer coisa
A única coisa que fizeste foi Yesterday
E desde então você não passa de Another Day
O fato é que Paul sempre foi o bom moço do quarteto. Já Lennon, constantemente envolvido em confusões e polemicas, não conseguia manter uma imagem limpa. Assim, o caminho ficou aberto para o baixista que raramente falava demais ou tretava com outros músicos e jornalistas.
Já Yesterday, a maior música pop do século passado segundo eleição da MTV americana, foi considerada por Lennon a única coisa interessante que Macco fez. E, depois disso, ele não passa de Another Day, single do álbum Ram.
(…)
A pretty face may last a year or two
But pretty soon theyll see what you can do
The sound you make is muzak to my ears
You must have learned something in all those years
Um rosto bonito pode durar um ano ou dois
Mas não demora e verão o que você pode fazer
O som que faz é muzak para os meus ouvidos
Você deveria ter aprendido algo todos esses anos
Desde o início, nos tempos de Cavern Club, talvez até mesmo pelo estilo bom moço citado anteriormente, Paul sempre foi o galã do quarteto. Em algumas gravações, como no DVD The Beatles: The First U.S. Visit, é possível observarmos Lennon um tanto quanto constrangido com o assedio maior em Paul por parte das garotas.
Já o trecho “o som que faz é muzak para os meus ouvidos” tem uma explicação bastante simples. Muzak é o termo que se refere às músicas tocadas nos elevadores. Um tapa de luvas. De boxe.
Independente da letra de How Do You Sleep, podemos acompanhar o talento de Lennon para expressar suas opinião e sentimento referente a qualquer assunto. E o melhor: com uma melodia altamente agradável e fiel ao seu passado.
  Gênios. Jamais encrenque com um.
Fonte: Quem Matou a Tangerina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *