Ifap sedia etapa regional da Olimpíada Brasileira de Robótica neste sábado


O Instituto Federal do Amapá (Ifap) vai abrir suas portas neste sábado (7/9) para a realização da modalidade prática da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR). A competição será das 9h às 17h no auditório do câmpus Macapá, e contará com a participação de aproximadamente 60 alunos de quatro escolas públicas e três escolas privadas, do ensino fundamental, médio e técnico do Amapá.

A OBR é uma iniciativa pública, gratuita e sem fins lucrativos. A competição acontece anualmente e é dividida em etapas téoricas e práticas. “As modalidades atendem ao público que nunca viu robótica e àqueles alunos de escolas que já têm contato com a robótica educacional”, explicou o professor de Física do Ifap, Emanuel Thiago de Oliveira Sousa, coordenador local da OBR. Em 2013, houve inscrição de alunos de quase todos os estados, com exceção do Acre, Maranhão, Pernambuco, e Roraima.

A modalidade prática possui dois níveis distintos. O nível 1 é voltado para alunos do atual ensino fundamental de 9 anos e o nível 2 para alunos do ensino médio ou técnico (ou equivalente). Neste sábado, vão concorrer 15 equipes de no máximo quatro alunos. Eles são das escolas estaduais Ester Virgulino de Souza, Maria Cavalcante, Rivanda de Nazaré e Ifap. Os representantes do ensino privado são alunos do Colégio Santa Bartolomea Capitanio, do Intergênius e do Núcleo de Ensino Integrado. “O desafio dos competidores é construir robôs que atendam às tarefas estabelecidas pela OBR, neste caso, uma simulação de uma operação de resgate num ambiente hostil, em que o robô precisa ser completamente autônomo para cumprir sua missão de entrar numa casa em busca de uma suposta vítima, superando obstáculos”, esclarece o coordenador professor Emanuel Thiago Sousa.

O que é – A Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) é uma das olimpíadas científicas brasileiras apoiadas pelo CNPq que utiliza-se da temática da robótica para estimulá-los às carreiras científico-tecnológicas, identificar jovens talentosos e promover debates e atualizações no processo de ensino-aprendizagem brasileiro. A OBR possui duas modalidades que procuram adequar-se tanto ao público que nunca viu robótica quanto ao público de escolas que já têm contato com a robótica educacional. Anualmente, a OBR elabora e gere a aplicação de provas teóricas e práticas em todo o Brasil utilizando essa temática. Mais informações podem ser obtidas no site www.obr.org.br.

Por Dione Amaral, jornalista do câmpus Macapá
Assessoria de Comunicação
Instituto Federal do Amapá (Ifap)
(96) 3198 2182
Twitter: @ifap_oficial
Facebook: /institutofederaldoamapa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *