II Módulo da Escola da Terra e das Águas tem encerramento com professores municipais do Bailique e Pacuí

Professores municipais que atuam no campo participaram do II Módulo do programa Escola da Terra e das Águas. A finalização aconteceu na quarta-feira, 30, com palestras e encaminhamento de atividades desenvolvidas. Os professores são das comunidades do Bailique e Pacuí e participaram de formações voltadas à aplicação de metodologias pedagógicas com turmas multisseriadas das áreas do campo e quilombolas, promovendo a integração de pautas relacionadas à diversidade e organização social.

A Escola da Terra e das Águas integra as ações de formação continuada do Programa Nacional de Educação do Campo (Pronacampo), realizado pelo Ministério da Educação e coordenada pela Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão. Em Macapá, o projeto é desenvolvido em parceria com a Universidade Federal do Amapá (Unifap), atendendo não apenas professores de Macapá, mas também do município do Mazagão e Governo do Estado.

No total, serão cinco módulos de capacitação dos educadores. O objetivo é melhorar as condições de acesso, permanência e aprendizado dos estudantes do campo e quilombolas dentro das suas próprias comunidades, oferecendo um espaço de vivências socioeducativas e culturais. O encerramento do evento aconteceu no auditório central da Unifap, com a palestra “Os dilemas da situação fundiária no Brasil”, ministrada pela professora Arlete Moises Rodrigues.

Rafaela Bittencourt

Assessora de comunicação/Semed

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *