Ijoma investe na prevenção de doenças neurológicas

ijoma
O Instituto do Câncer Joel Magalhães (Ijoma) dá início a mais uma atividade em benefício da qualidade de vida das pessoas. Trata-se do Projeto Neural, cujo ponto de partida são as orientações sobre doenças neurológicas nas últimas sextas-feiras do mês. A primeira palestra será sobre Acidente Vascular Cerebral (AVC) no dia 26, às 8h30, na sede do instituto.

As palestras são gratuitas, abertas ao público em geral e visam orientar a sociedade para o alto índice de AVC e outras doenças que atingem, cada vez mais, pessoas jovens.

Com esse projeto, o Ijoma pretende contribuir para a promoção, valorização e educação para a vida, prevenção de doenças neurológicas e ajudar as pessoas a conhecerem os sintomas dessas doenças para não confundirem com os do câncer cerebral.

De acordo com dados da pesquisa do IBGE e Ministério da Saúde, realizada entre agosto de 2013 a fevereiro de 2014, no Amapá, 163,8 mil pessoas – o equivalente a mais de 36% da população adulta – têm uma doença crônica não transmissível (DCNT): hipertensão, diabetes, doença crônica de coluna, depressão e o colesterol. Essas doenças são responsáveis por mais de 72% das mortes no Brasil.

A pesquisa mostrou também o alto índice de hipertensos no Amapá. A doença atinge 13,3% da população, ou seja, 60 mil pessoas acima de 18 anos. No Brasil, o índice é de 21,4%, que corresponde a 31,3 milhões de adultos. A hipertensão é um dos maiores fatores de risco para o AVC, popularmente conhecido como derrame cerebral.

O Projeto Neural é coordenado pela professora Helena Correa da Silva e o responsável técnico é o médico neurologista Roberto Alencar.

Fonte: Diário do Amapá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *