Imortais – Academia Amapaense de Letras lança edital para preenchimento de duas vagas

A Academia Amapaense de Letras (AAL) lançará neste sábado, 22, edital para preenchimento de duas vagas. As cadeiras vagas são as de número 10, cujo patrono é Francisco Torquato de Araújo, e a 27, que tem como patrono Otton Accioly Ramos. As vagas foram abertas com a morte de Otton Alencar e de Nilson Montoril Araújo.

O lançamento do edital será na tarde de sábado, às 16h na sede OAB, dentro da programação do Encontro Literário A Guiana Brasileira, promovido pelo Conselho Editorial do Senado.

Fundada em 21 de junho de 1953, data escolhida por conta de ser o mesmo dia do aniversário do escritor Machado de Assis, a Academia Amapaense de Letras surgiu como uma entidade civil, sem fins lucrativos e com o objetivo de promover o desenvolvimento literário, cultural, científico e artístico do Amapá. Seu primeiro presidente foi o professor de português e literatura Benedito Alves Cardoso. Atualmente ela é presidida pelo sociólogo e escritor Fernando Canto. A AAL possui 40 cadeiras.

Fonte: Blog da Alcinéa Cavalcante

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *