Inverno no Norte Blues

Inverno no Norte Blues – Composição: Graciliano Galdino

Era tarde da noite
Eu saí do trabalho
Chuva por todo lado
E eu de moto, ferrado
Já estava na hora
Eu corri pra chegar
Feito pinto molhado
Só pra te encontrar
Foi tudo muito bom
Demorou pra acabar
A gente tava inspirado (Acordamos até)
A vizinha do lado
Saí de madrugada
Ainda meio baqueado
Mas quando cheguei em casa
Foi que vi a cagada
Na fissura de você
Correndo pra te ver
Deuses, me condenem
Eu molhei minha Fender!
Eu molhei minha Fender! x3
E agora, meu amor
Me desculpe por favor
Mas quando quiser, me encontrar
Se tiver uma nuvem no ar
Ou tu vem aqui pra casa
Ou vá se ferrar!!
Na fissura de você
Correndo pra te ver
Deuses, me condenem
Eu molhei minha Fender!
Eu molhei minha Fender! x3 (potaquepariu!)
Nota do autor: O Ministério das Verdades adverte: Qualquer semelhança com algum fato da realidade é possível, porém o predomínio de exageros e coisas indizíveis não condiz com a postura cotidiana do autor perante as diversas situações enfrentadas. É uma mera velhavirgendisse para todos os efeitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *