IPHAN cede prédio para ser utilizado por escola municipal de Santana

O Termo de Cessão de Posse foi assinado na última terça-feira, 16, no gabinete da Prefeitura de Santana. O documento autoriza a Secretaria Municipal de Educação (SEME) a utilizar um prédio localizado no Ramal da Olaria, bairro Elesbão, pela Escola de Ensino Fundamental Sara Pires, que atende 272 alunos.

“O prédio era para ser utilizado por filhos de carpinteiros para aprenderem a construir barcos, mas o projeto perdeu objeto. Portanto, tivemos de dar uma finalidade a ele. E agora, estamos passando para a Prefeitura dar um fim social e cuidar, mas que durante a noite possa funcionar também como centro cultural comunitário”, explicou o superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Haroldo Oliveira.

A cooperação já existia, mas informalmente. Agora, com a parceria oficializada, o prédio receberá intervenções do município para melhorar o atendimento educacional no local.

“Assinamos o termo de cessão que tem a duração de 10 anos. Agora estamos com a responsabilidade de cuidar do prédio e fazer acontecer uma boa educação aos estudantes da região do Elesbão”, disse o prefeito de Santana, Bala Rocha.

A Escola Municipal Sara Pires funcionava em prédio alugado, em região ribeirinha. Por diversas vezes, a comunidade escolar, que achava o local insalubre, procurou o Ministério Público para denunciar as condições do espaço. O órgão chegou a recomendar que a escola fosse retirada do local onde funcionava.

A secretária municipal de Educação, Cristiane Vilhena, explicou que a SEME fará o possível para melhorar o ambiente.

“Já estamos buscando os meios para que possamos construir, em divisórias, duas outras salas de aulas. Lá já existem seis. Já pedimos ao secretário de Obras para que faça um projeto. Com o aumento de salas, vamos garantir o atendimento da Sara Pires em sua totalidade”, explicou a secretária.

Comunicação / Prefeitura de Santana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *