Ironia fina

Ronaldo como garoto-propaganda de um “genérico de confiança” é de uma ironia finíssima. Obrigado, publicitários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.