Jardim Açucena: assinatura de contratos segue até 31 de janeiro


A história de Adalberto Silva se confunde com a de inúmeros brasileiros que sonham com a casa própria. “É um sonho realizado”, contou com os olhos marejados. Aos 64 anos, ele sonhou, acreditou e hoje é um dos 1.500 contemplados que começaram a assinar o contrato do Residencial Jardim Açucena, que iniciou na sexta-feira, 26, no Sebrae, localizado na Av. Ernestino Borges, entre Eliezer Levy e Odilardo Silva, no bairro Laguinho. A assinatura seguirá até 31 de janeiro.

O ato de assinatura é realizado pelo Banco do Brasil, com apoio da Prefeitura da Macapá. Essa etapa é obrigatória e antecede a entrega das unidades habitacionais, que acontecerá no dia 2 de fevereiro de 2018. “Mais do que casas, vocês terão a oportunidade de ter uma nova vida, novas relações que serão construídas. Continuaremos com o Plano de Desenvolvimento Sócio Territorial, para oferecer diversos cursos e capacitações a todos vocês”, frisou o secretário de Assistência Social e do Trabalho, Lucas Abrahão.

Nos dias 29, 30 e 31 de janeiro, os horários serão divididos, nos turnos da manhã e tarde, com a primeira chamada às 8h e a segunda às 13h, no Sebrae. No dia 1º de fevereiro de 2018, o atendimento será para tratar de pendências e ausências referentes ao contrato. “Quem ainda não recebeu ligação, não se preocupe! A equipe do habitacional está ligando para todos informando o dia e o horário”, informou a coordenadora do Comitê Gestor do Programa Minha Casa, Minha Vida do Município de Macapá, Mônica Dias.

“Irei morar em lugar digno e poderei criar meus filhos em um ambiente diferente que me criei”, contou Adriely Gama. Os contemplados, após assinarem contrato com o Banco do Brasil, também assinarão com a Caesa e a CEA. Além disso, o valor das prestações do imóvel varia de R$ 80,00 a R$ 270,00, de acordo com a portaria do Ministério das Cidades.

Os contemplados que ainda não assinaram o contrato devem estar munidos de RG e CPF original e duas cópias de cada documento. O titular do imóvel que declarou união estável deve levar também RG e CPF do cônjuge; e também duas cópias dos originais. Lembrando que o companheiro ou companheira declarado no cadastro devem estar presentes para ambos assinarem o contrato.

Lilian Monteiro
Assessora de comunicação/Semast
Contato: 99903-5888
Fotos Gabriel Flores

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *