José Seixas gira a roda da vida. Feliz aniversário, amigo! – @JeiOliveira

Eu e José Seixas, um cara porreta!

Tenho alguns companheiros (brothers) com quem mantenho uma relação de amizade e respeito, mesmo a gente com pouco contato. E graças à Deus ou qualquer que seja o nome da força que rege tudo, muita gente já me ajudou na vida profissional. Uma das pessoas se encaixam nestes dois casos é José Seixas.

Seixas é professor, bacharel em Direito, servidor da Justiça Eleitoral há quase duas décadas, assessor jurídico da Presidência do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP), fervoroso torcedor do Paysandu, violonista, tecladista, cristão (um seguidor de Cristo de verdade), fotógrafo amador, pai amoroso da Isabela e marido dedicado da Edileusa, além de meu muito querido amigo.

No início de 2013, comecei a trabalhar na assessoria de comunicação do TRE. Cheguei com muita vontade de fazer valer a então grande oportunidade profissional da minha carreira. Seixas me recebeu de braços abertos. Ele foi uma das pessoas que me ajudaram naquela jornada. O cara foi o farol na tempestade.

Dono de vasta cultura geral, Seixas manja de arte, música e literatura. É um excelente profissional, com o papo sempre porreta. Um cara íntegro, sensato, inteligente, muito gente fina, além de justo e coerente, em seus pontos de vista.

O figura é um estudioso crônico. Dia desses, soube que Seixas já passou em sete concursos públicos e isso não é um feito para qualquer um. Não à toa, me explicou diversas vezes o que me parecia “aramaico” e assim consegui fazer matérias sobre diversos assuntos sobre a Justiça Eleitoral.

Outra coisa que admiro no Seixas é o respeito pelas diferenças. Ele é cristão (evangélico), mas respeita as outras crenças. Assim como respeita as pessoas, sejam elas de qualquer classe social, orientação sexual e até mesmo remistas (risos).

Com o Seixas, rodei quase todos os municípios do Amapá. Sim, viajamos muito a trabalho e, juntamente com o Evandro Gavião (nosso piloto), praticamente vivemos um mês e meio dentro de um pick-up e hotéis de classe duvidosa durante diplomações de eleitos nas cidades do Amapá. Sempre com boas conversas e risos sobre tudo, até de nós mesmos. Foi muito trampo!

Sai do TRE por onde entrei: pela porta da frente e sem ninguém me mandar embora. Um dos responsáveis pelo bom trampo que fiz lá foi José Seixas. Ele foi o cara que me orientou como proceder, em vários momentos.

Em 2017, quando fui trabalhar na comunicação do Senado Federal, dei um até logo aos companheiros do TRE, que são valorosos e trabalhadores competentes. Tenho certeza que fiz bons amigos durante os quatro anos que tive o prazer de trampar na Justiça Eleitoral. Seixas foi um deles.

Com o Seixas, no Oiapoque, em 2016. Foto: Evandro Gavião.

Agradeço ao Seixas por tudo que fez por mim. Enfim, este texto de felicitações é um registro público sobre a gratidão, consideração e amizade que tenho pelo amigo que hoje muda de idade.

Seixas, mano velho, que teu novo ciclo seja ainda mais paid’égua. Que sigas com essa garra, sabedoria, coragem e talento em tudo que te propões a fazer. Que a Força sempre esteja contigo. Saúde e sucesso sempre, amigo. Parabéns pelo teu dia e feliz aniversário!

Elton Tavares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *