Josimary Rocha gira a roda da vida. Feliz aniversário, Mary!

Quem lê este site, sabe: gosto de parabenizar amigos em seus natalícios, pois declarações públicas de amor, amizade e carinho são importantes pra mim.Também me gabo de ser amigo de muita gente Phoda. Josimary Rocha é uma dessas pessoas. Neste trigésimo primeiro dia de janeiro, ela gira a roda da vida e lhe rendo homenagens.

Josimary Rocha. A “Mary” é uma advogada competentíssima, inteligente e genial, renomada em todo Brasil, escritora (autora do livro “O Direito Humano à Oportunidade”), poeta, doutoranda da PUC-SP. A Doutora é brilhante, pois sua trajetória fala por si e é, com toda certeza, senhora do seu ofício. Ela foi líder estudantil no Amapá, nos anos 90; ou seja, é uma pessoa que veio ao mundo fazer a diferença.

Além disso, Mary cuida dos seus. É uma boa filha, irmã, sobrinha e amiga. Amorosa, poeta, humanista, amante de animais (cachorrinhos e gatos), bons vinhos, cafés arrumadinhos e boa música, ela é uma mulher linda, tanto no aspecto de lindeza como mulher, quanto na nobreza e alma boa.

Conheci a Mary quando namorei a Jaci Rocha, sua irmã e também advogada. Aliás, nesse trampo delas, as brodas já me tiraram de mais encrencas do que posso contabilizar agora. Sou grato sempre.

E mais, de tudo dito/escrito acima, Josimary não tem a boçalidade habitual de doutores muito menos competentes que ela. As pavulagens da Mary são vírgulas no texto de sua grandeza como ser humano. Não à toa, a gente a ama tanto.

Nas raras vezes em que a gente se encontra – pois ela mora em São Paulo e quando vem por aqui não tem muito tempo -, a gente se diverte juntos. São encontros sempre porretas, regados a vinho e diálogos paid’éguas.

Mary, que teu novo ciclo seja ainda mais produtivo, rentável, saudável e tudo que couber no teu conceito de sucesso se concretize, em todos os campos da tua vida. É uma honra ser teu amigo. Te amo. Parabéns pelo teu dia. Feliz aniversário!

“Cada qual sabe amar a seu modo; o modo, pouco importa; o essencial é que saiba amar” – Machado de Assis.

Elton Tavares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *