Judas hipócrita

                                                                                              Por Elton Tavares

Pedro Paulo dias (PP) assumiu hoje (3), na Assembléia Legislativa do Amapá (AL/AP), o governo do Estado. A casa legisladora aceitou a renúncia de Waldez Góes (PDT), que será candidato ao senado Federal.

Até aí, nenhuma novidade. Só acho muito engraçado os puxa sacos de plantão, que viviam “babando ovo” de WG, já começarem a detoná-lo. Volto a afirmar que faço parte do grupo que não tem grupo algum, não sou partidário, não ganho “mesada” para falar ou não falar sobre um determinado ocupante de cargo público, mas que tudo isso é engraçado, há isso é.

Tem até gente dizendo que vai “caguetar” a fonte da riqueza de alguns “novos ricos”, supostamente fabricados no ex governo. Isso me lembrou de velhos ditos populares: “Quem tem telhado de vidro não atira pedras no do vizinho” e “quem tem rabo de palha, não chega perto do fogo.”

Já que fulano ou ciclano sabiam de tais fatos, porque não falaram antes do ex governador largar o osso?

Este textinho é uma maneira de repúdio a total falta de senso e de escrúpulos de alguns, parecem parasitas, que mudam de hospedeiro (ou governo) em um piscar de olhos. Atitudes como estas, logo no sábado de aleluia, são no mínimo engraçadas. Li no blog da Alcinéa Cavalcante a seguinte frase: “Waldez vai conhecer os Judas em pleno sábado da aleluia. Ironia do destino?” – Alípio Junior.

A velha conversa sempre vem á tona: “Rei morto, Rei posto”. Enfim, chega desse papo sobre ironias, trairagens e hipócritas, papo chato, até parece conversa de jornalista bêbado.


  • Avatar

    Não consigo levar a serio nada que politicos amapaenses falam ou fazem.Não sei como, mas os filhos da puta politicos daqui ainda conseguem ser piores do que os do resto do país. Fogueira neles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *