Judiciário amapaense registra 2 milhões, 493 mil e 983 atos processuais de 14 de março a 04 de outubro de 2020

Mesmo com os impasses causados pela pandemia do novo coronavírus, o Tribunal de Justiça do Amapá não parou. Durante o período de 14 de março a 04 de outubro de 2020 foram totalizados 2 milhões, 493 mil e 983 atos processuais. Os dados são fornecidos pela Secretaria de Gestão Processual Eletrônica do TJAP (SGPE) através da soma dos relatórios semanais enviados ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Em face da necessidade do isolamento social e o consequente regime diferenciado de trabalho (home Office), o Judiciário amapaense contou com a tecnologia e o empenho de magistrados, servidores e colaboradores para manter sua produtividade durante o período.

O presidente do TJAP, desembargador João Lages, ressalta que desde o início da Pandemia da COVID-19, a Justiça Brasileira tem agido com responsabilidade, em sintonia com as orientações das autoridades sanitárias mundiais e nacionais, na preservação da saúde de magistrados, servidores, colaboradores e da população.

“No Amapá, o Judiciário Tucuju seguiu o mesmo caminho de compromisso com a vida em primeiro lugar, ao mesmo tempo criando mecanismo para garantir a prestação jurisdicional. As adaptações foram bem recebidas pelos magistrados e servidores, que possibilitaram que os números alcançados fossem positivos mesmo com as adversidades do período. Os números atingidos mostram a dedicação do Judiciário tucuju em continuar em busca da melhor prestação de serviço possível para a sociedade”, finalizou o presidente.

Texto: Eloisa Silva
Bernadeth Farias
Assessora de Comunicação Social/ TJAP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *