Juiz Marconi Pimenta encerra Biênio e se despede do TRE-AP – @marconipimenta

JuizMarconiseDespede

Em Sessão Administrativa realizada nesta quarta-feira (22), o juiz Marconi Pimenta se despediu do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP). Ele encerrou seu mandato, no Biênio 2014/2016 no TRE. Ele ocupou uma das duas vagas da magistratura estadual na Corte, quando substituiu o juiz Ernesto Colares.

O presidente do TRE, desembargador Carlos Tork, agradeceu o desempenho do juiz, que segundo o magistrado que preside o Tribunal, teve uma trajetória brilhante durante os dois anos que atuou no Pleno.JuizMarconiPimenta

Além de juiz membro do TRE, Dr. Marconi foi diretor da Escola Judiciária Eleitoral (EJE/TRE), quando conduziu muitas ações de sua equipe na capacitação e treinamento de magistrados e servidores eleitorais.

“Tanto na Eleição de 2014, quanto nos votos bem fundamentados e na direção da EJE, Doutor Marconi contribuiu muito para o bom trabalho desta Justiça especializada”, pontuou o Desembargador Carlos Tork.

Os demais juízes membros também agradeceram a contribuição e aprendizado. A corte foi unânime quanto ao excelente trabalho e convívio com Doutor Marconi, que segundo os relatos de seus pares é, além de excelente julgado e colega, é um magistrado espirituoso e bem humorado.

Por sua vez, o juiz Marconi Pimenta agradeceu o carinho e o reconhecimento de todos. Ressaltou seu orgulho em atuar no TRE Amapá e ressaltou a competência de seus pares e servidores da Justiça Eleitoral.13515192_1215047071881655_786742790_n

O magistrado que se despediu hoje será substituído pela juíza Eleusa da Silva Muniz, indicada pelo Tribunal de Justiça do Amapá, que assumirá o cargo na próxima Sessão do TRE.

Participaram da Sessão os juízes Carlos Tork (Presidente), Stella Ramos (Vice-Presidente/Corregedora), Jucélio Neto, Marconi Pimenta. Léo Furtado e Jâmison Monteiro. Também presente o Procurador Regional Eleitoral, Dr. Ricardo Negrini.

Serviço:

Tribunal Regional Eleitoral do Amapá
Assessoria de Comunicação e Marketing
Elton Tavares

Meu comentário: convivi com muitos magistrados nestes quase quatro anos de trampo na Justiça Eleitoral, mas digo-vos, sem nenhum puxasaquismo, Dr. Marconi é demais gente boa. Uma convivência que vai fazer falta. Desejo sucesso ao amigo! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *