Junho Vermelho: Governo do Amapá inicia programação para cadastrar novos doadores voluntários de sangue

O “Junho Vermelho” é conhecido nacionalmente como o mês de conscientização para a importância da doação de sangue, e para sensibilizar a população e captar novos voluntários, o Governo do Amapá preparou uma campanha focada no elo estabelecido entre doadores voluntários e pacientes.

A ação é coordenada pelo Instituto de Hematologia e Hemoterapia do Amapá (Hemoap), e reforça a necessidade da frequência para manter o estoque de abastecimento da rede hospitalar do estado.

Durante todo o mês, a mobilização será intensificada no Hemoap, e no Dia Mundial do Doador de Sangue, comemorado em 14 de junho, serão realizadas programações especiais para parabenizar os voluntários.

“A doação de sangue é altruísta e anônima, mas o doador precisa ter consciência de que o sangue dele vai ser processado e pode salvar até quatro pessoas diferentes com doenças diversas”, disse o presidente da instituição de saúde, Eldren Lage.

No Amapá, o Hemoap possui mais de 180 mil doadores de sangue cadastrados, mas somente 20 mil em repetição e que frequentam de forma regular o instituto, com até três doações anuais.

“Este mês, estamos reforçando nosso pedido aos doadores que retornem ao hemocentro para fazer novas doações e ajudar a manter nossos estoques. Com a ação, é possível salvar e manter vidas”, enfatizou a chefe de Captação do Hemoap, Elmira Melo.

Confira quem pode ser doador:

A pessoa só é classificada como apta ou não a doação, após uma triagem clínica que consiste num questionário sobre a saúde e vida do possível doador.

É necessário estar em boas condições de saúde, pesar acima de 50 quilos, ter idade entre 16 e 69 anos, não ter apresentado sinais ou sintomas gripais nos últimos 14 dias e não ter testado positivo para Covid-19 nos últimos 10 dias;
No dia da doação, é necessário levar documento oficial com foto, CPF e comprovante de residência ou cartão do Sistema Único de Saúde (SUS);
Menores de 18 anos necessitam de autorização dos responsáveis, e a presença deles é facultativa no dia da doação. O termo de autorização pode ser solicitado pelo WhatsApp, no número: (96) 98811-0200.
Os intervalos para doação de sangue são de 60 dias para homens, e 90 dias para mulheres.


Principais recomendações para o dia da doação:

Comparecer utilizando máscara. No Hemoap, o uso é obrigatório;
O doador precisa estar descansado. O hemocentro recomenda pelo menos 6h de sono na noite anterior ao procedimento de doação de sangue;
Não comparecer ao hemocentro em jejum. É preciso estar bem alimentado. A recomendação é evitar alimentos gordurosos pelo menos 3h antes da doação;
Não ingerir bebida alcóolica no mínimo 12h antes;
Não ter fumado pelo menos 2h antes.

Serviço

A unidade fica localizada na avenida Raimundo Álvares da Costa, esquina com a rua Jovino Dinoá, no bairro Central de Macapá. O funcionamento é pela manhã, entre 7h30 e 12h. As doações de sangue podem ser feitas por comparecimento espontâneo ou agendadas pelo número (96) 98414-1779.

Texto: Jamile Moreira
Foto: Gabriel Maciel/Sesa
Secretaria de Estado da Comunicação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *