Lá se vai mais um ano -`Por Marcelo Guido

Por Marcelo Guido

Hoje, 31/12 de 2019, fecharemos mais um ciclo, mais uma década, mais um marco imaginário no qual sempre nos colocamos, teremos mais tempo.

2020 está na nossa porta, a turma da Austrália, que nossos colegas “terraplanistas” insistem em dizer que não existe, vão comemorar primeiro, como sempre. Esses caras, se existirem (risos) devem ser uns privilegiados.

Vem aí mais umas quatro estações de novo, mesmo que sejam apenas singularidades terrenas, ou apenas muito sol e muita chuva, como se tem sempre por aqui.

Vem aí mais oportunidade para se reconstruir, para sermos melhores, para mudarmos. E se não deu neste ano, que tenhamos força para conquistar o objetivo no ano que vai entrar.

Que tenhamos tempo para usufruir, para abraçar quem sempre nos quer bem, para andar na chuva e sorrir como crianças, que os interesses mundanos e hostis não nos façam perder frações preciosas de existência.

Que sejamos mais corteses, mas menos submissos. Que nossas ambições não ultrapassem nossa moralidade e quem se aproximar só nos traga positividade. Procuremos o sucesso, mas nunca em troca da infelicidade alheia.

O livro da vida que cada um escreve vai ganhar novos capítulos. Tristezas e decepções por decreto devem ficar em 2019. Não levemos nada de ruim para os próximos 12 meses. E que nossas conjecturas humanas só nos levem para o lado do bem.

Serão mais 365 batalhas que serão vencidas com coração, que o ano novo traga força para matar quantos leões aparecerem e que nada, mais nada mesmo, nos tire a capacidade de tentarmos ser felizes.

Se 2019 não foi bom, comemore, já tá acabando, se foi , comemore mais ainda.

Eu do fundo do coração desejo um ano não menos que espetacular para todos, que se tivermos que chorar que seja de alegria, e que nossos desafios se tornem conquistas. Nunca esqueçamos que somos responsáveis pela nossa própria história.

E parafraseando “Mar de Gente”, “ brinde casa, brinde a vida, brinde amores, brinde a família”.

Feliz Ano Novo.

*Marcelo Guido – Jornalista, Pai da Lanna e do Bento e Maridão da Bia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *