Legião Urbana – 30 anos – Discos que formaram meu caráter (Marcelo Guido)

images

Parece que foi ontem, mas já tem trinta anos.

Trinta anos que a gente começou, digo a gente por que eu e muitas pessoas nos incluímos nessa banda e foi a partir desta bolacha que nossas vidas foram tocadas.

“SERÁ”, que a “DANÇA” que querem que a gente participe é essa mesma?, Ou estamos enganados?

Seria apenas “O REGGAE”, que colocaram em uma batida lenta, para que um conformismo tomasse conta de nós. Mas temos um certo “BAADER-MEINHOF BLUES”, para lembrar que a violência é tão fascinante, apesar de nossa vida tão normal.

Ai, uma menina que me ensinou quase tudo que eu sei diz que eu tenho medo, mas eu lembro a ela que “AINDA É CEDO”, para me considerar um desnorteado, e estamos os dois “ PERDIDOS NO ESPAÇO”.

Eu a lembro que somos “SOLDADOS”, que pedimos esmolas, somos as sobras da “GERAÇÃO COCA COLA”, por que comemos lixo comercial e industrial e mesmo sem religião ainda somos o futuro da nação. Lembro a ela que basta fazer um dever de casa para crianças derrubarem reis.

Somos o combustível de tudo, somos o “PETRÓLEO DO FUTURO”.images (1)
E realmente “POR ENQUANTO”, vendemos oque é certo pra pessoa errada, espero crescer e aparecer.

Esse é o “TEOREMA” de nossas vidas, ou será só imaginação.

Marcelo Guido é Punk, Pai, Jornalista, Professor e Marido. “….Não é me dominando assim, que você vai me entender.”

* Legião Urbana, o primeiro álbum da banda de mesmo nome foi lançado em 2 de janeiro de 1985, . Um disco politizado, rebelde e ao mesmo tempo romântico. Um marco na história do Rock Brasileiro.
“Urbana Legio omnia vincit…” “Legião Urbana a tudo vence”.

 

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*