Lei Aldir Blanc: com apoio da Secult/AP Virada Cultural virtual terá mais de 12 horas de atrações do Amapá

Com um misto de vários segmentos da cultura amapaense, como dança e música, a Virada Cultural está marcada, de forma virtual, para o sábado (24), a partir das 12h. Contando com mais de 12 horas de atrações, a programação será transmitida ao vivo pelas redes sociais Youtube e Facebook (veja os links no final da matéria).

A programação é uma realização da Oca Produções e conta com o apoio da Secretaria de Estado da Cultura do Amapá (Secult/AP), que auxilia por meio do edital Rato Batera. O edital foi proporcionado pela Lei Aldir Blanc, criada para dar suporte à arte e cultura durante a pandemia.

O evento inclui segmentos diversos, tais como gastronomia, artesanato, poesia, fotografia, teatro, capoeira, dança, marabaixo, música e circo.

Artistas como Osmar Júnior, Verônica dos Tambores, Yanna Me, Nathal Villar, Jander Farias e bandas como S.O.S à Banca, Banda Paralelo liderarão a parte musical enquanto os grupos Essência da Amazônia, Cia. de Dança Comigo tomarão a parte da dança.

Estão escalados para as apresentações de capoeira o grupo do Professor Super Preto, Associação Internacional de Capoeira Mestiçagem, Capoeira Arte que Encantou o Mundo e Centro de Cultura Capoeira Raízes do Brasil.

Com a fotografia estão Aog Rocha e Tom Quaresma. Já na gastronomia teremos as delícias de Antônia Mareia com a barraca da Nega Biluca. O teatro segue com as apresentações de Moana e De Janeiro a Dezembro.

Os grupos de marabaixo serão representados pela associação Grupo Manoel Felipe, enquanto o artesanato conta com as artesãs Lucidalva Pena e Carla Christine. A literatura está representada por Patrícia Andrande.

Os interessados podem participar do evento por meio dos links abaixo:
Instagram: https://www.instagram.com/ocaproducoesap/
Youtube: https://www.youtube.com/channel/UC2tzAkof21qP6pQMvIkJExQ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *