Lei Aldir Blanc: Governo repassa recursos e artistas começam a receber os pagamentos dos editais

O objetivo é incentivar iniciativas artísticas e culturais durante a pandemia de covid-19 – Foto: Ascom GEA

Por Weverton Façanha

O Governo do Amapá está executando os pagamentos, em sua totalidade, de cinco dos nove editais lançados em dezembro de 2020, por meio da Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural. Com um incentivo de R$16 milhões, o objetivo é incentivar iniciativas artísticas e culturais durante a pandemia de covid-19. Os processos dos editais são coordenados pela Secretaria de Estado de Cultura (Secult).

Os valores dos editais já pagos às entidades responsáveis somam mais de R$5,1 milhões, contemplando mais de 400 prêmios de valores variados, abrangendo todos os segmentos da cultura amapaense e considerando artistas de vários municípios do Estado. Segundo o gestor da Secult, Evandro Milhomem, os repasses para as produtoras já foram realizados.

“A secretaria já está repassando os valores do editais para as empresas, que, por sua vez, já iniciaram o pagamento dos nossos artistas. Isso certamente é um investimento no setor cultural, que foi tão afetado pela pandemia”, detalhou o gestor.

Neste primeiro momento, os editais que já entraram na fase de liquidação são: Semana da Consciência Negra; Prêmio Siney Saboia, de Arte e Cultura; Prêmio de Cultura Afro-Amapaense; e Prêmio Fernando Forte Karipuna, de Cultura Indígena.

O edital “Ângelo de jesus”, referente à Seleção de Conteúdos Artísticos e Culturais para Transmissões ao Vivo em Redes Sociais e Plataformas de Streaming, ainda está sendo liquidado.

Nos próximos dias a Secult pretende finalizar os demais editais que ainda se apresentam em fase de conclusão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *