Lei Paulo Gustavo: Governo do Amapá divulga resultado preliminar do Edital Latitude Zero e contemplados do Maré Cheia, nesta quinta-feira, 23

O Governo do Amapá anuncia para esta quinta-feira, 23, a divulgação do resultado preliminar da seleção de projeto do edital Latitude Zero e os contemplados do Maré Cheia, da Lei Paulo Gustavo (LPG). A iniciativa está alinhada ao Plano de Governo, que busca incentivar a cultura popular e gerar mais oportunidades aos profissionais do setor cultural.

CONFIRA OS EDITAIS AQUI

Somados, os dois editais receberam 4.051 inscrições de projetos. O Amapá foi um dos estados que teve 100% de adesão dos 16 municípios. Ao todo, a LPG atribui mais de R$ 22,6 milhões em recursos para o segmento cultural do estado.

Latitude Zero

O edital Latitude Zero concede R$ 15,1 milhões para as iniciativas contempladas. De acordo com o resultado preliminar do Edital de Chamamento Público 14/2023, destinado para o setor audiovisual, foram recebidas 1.176 inscrições de projetos, dos quais 334 foram contemplados.

O certame está em prazo de recurso e o período encerra nesta quinta-feira, 23. A data limite para a análise é até 10 de junho, a previsão do anúncio do resultado final e a convocação para entrega de documentos é dia 15 de junho.

Maré Cheia

Já o Edital 15/2023, o Maré Cheia, destina-se a selecionar e premiar agentes culturais de todas as áreas que tenham prestado relevante contribuição nos últimos cinco anos, ao desenvolvimento artístico e cultural do Estado.

O Maré cheia recebeu 2.875 inscrições, destas 835 serão contempladas. O valor do edital é de R$ 5,6 milhões. Em nova retificação, a fase para interposição de recursos será de 24 a 28 de maio, com prazo de análise até 13 de junho e divulgação do resultado definitivo e convocação para entrega de documentos prevista para 18 de junho.

Os editais estão sendo realizados com recursos do Governo Federal repassados por meio da Lei Complementar nº 195/2022.

Segundo o professor universitário e escritor Ivan Carlo Andrade de Oliveira, que foi contemplado com o projeto ‘Magrela’, no resultado preliminar do edital Latitude Zero, os projetos culturais do audiovisual tem o objetivo de incentivar diversas formas de manifestações culturais.

“Esse é um marco, pois vai contribuir muito para o audiovisual amapaense. Teremos muitas produções e com isso, enriqueceremos nossos currículos, podendo inclusive, vir a concorrer em certames nacionais. Também foram aprovados projetos de salas de cinema, cursos e cine clubes, é um momento fantástico para a cultura”, disse Ivan Carlo.

Texto: Gabriel Penha
Foto: Arquivo/GEA
Secretaria de Estado da Comunicação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *