Livro organizado por docente do Mestrado em Letras aborda literatura da Guiana Francesa e Suriname

Reflexões sobre a literatura produzida na Guiana Francesa e no Suriname, levando em consideração o diálogo com diversas áreas do conhecimento, assim como com o seu entorno geográfico. É o que o leitor vai encontrar no livro “Literatura, decolonialidade e trânsitos: Guiana Francesa e Suriname”, publicado em abril e organizado pela docente do Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Federal do Amapá (Unifap), Profa. Dra. Natali Fabiana da Costa e Silva. A obra pode ser baixada gratuitamente em https://www.nepaneditora.com.br/pagina-de-produto/literatura-decolonialidade-e-tr%C3%A2nsitos-guiana-francesa-e-suriname.

A obra é resultado das pesquisas de campo no Suriname e na Guiana Francesa realizadas pela Profa. Dra. Natali Silva e com financiamento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Os estudos envolveram instituições e pesquisadores brasileiros, guianenses e surinameses que se dedicam aos estudos não só da literatura, mas também de outras áreas do conhecimento, com foco nas reflexões sobre a realidade social e cultural dos dois países.

“Dividi a obra em três partes: uma em que contextualizamos a região geograficamente, politicamente e socialmente, porque leitores que estão fora aqui do Platô das Guianas podem ter dificuldade de encontrar essas informações e de conhecer a região. A segunda parte trata especificamente da literatura do Suriname e da Guiana Francesa. E na terceira parte os pesquisadores trazem reflexões os dois países em diálogo com a produção brasileira e a caribenha”, descreve a Profa. Natali Silva.

A coletânea é composta de textos de pesquisadores da Unifap, da Universidade da Guiana Francesa, da Universidade Federal de Alfenas (Unifal-MG), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (Unesp) que fizeram parte do projeto.

De acordo com a organizadora da obra, uma das principais contribuições do livro é trazer reflexões e conhecimentos sobre a literatura e a realidade de dois países que fazem parte do Platô das Guianas, região onde o Amapá também está inserido. A Profa. Dra. Natali Silva destaca que há pouco texto crítico sobre a produção literária realizada no platô, dificultando o acesso ao pensamento literário da região.

“O Brasil não se dá conta da riqueza geográfica, ecológica, cultural, política, linguística da região das Guianas. A circulação de uma obra que traga informações científicas a respeito dessa região já causa um impacto. Apesar de ser difícil de medir o impacto que obras críticas de literatura possam trazer para o desenvolvimento cultural e socioeconômico, essa obra, em específico, tem um ponto favorável: são pouquíssimos pesquisadores de literatura das Guianas, então o que nós produzimos acaba tendo esse ineditismo e, como isso está também atrelado à nossa Universidade, estamos na vanguarda da produção científica dos estudos literários”, avalia a Profa. Dra. Natali Silva.

Serviço

Publicação do livro “Literatura, decolonialidade e trânsitos: Guiana Francesa e Suriname”

Org.: Profa. Dra. Natali Fabiana da Costa e Silva (Programa de Pós-graduação em Letras da Unifap). Editora Nepan. 135p. A obra pode ser baixada gratuitamente em https://www.nepaneditora.com.br/pagina-de-produto/literatura-decolonialidade-e-tr%C3%A2nsitos-guiana-francesa-e-suriname.

Assessoria Especial da Reitoria – Assesp/Unifap

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *