Logística: TRE-AP requisita 250 veículos e aluga 200 para Eleições 2016

tre-ap-transporte-eleicoes
Para as Eleições de 2016, o Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP) requisitou cerca de 250 veículos, de pequeno a grande porte, de instituições públicas municipais, estaduais e federais. O TRE também alugará 200 automóveis. Os carros serão utilizados para a execução logística, como no transporte de servidores e mesários; apoio dos cartórios; pólos de atendimentos e locais de votação.

Na tarde da última quinta-feira (22) a Comissão de Transporte do TRE-AP, responsável pelas requisições, contabilizou aproximadamente 150 veículos e espera receber mais 100 até a esta quinta-feira (29). Os carros estão estacionados dentro do Estádio Glicério Marques.

Os veículos disponibilizados serão dirigidos somente por motoristas cedidos dos respectivos órgãos de origem, servidores da Justiça Eleitoral habilitados ou oficiais de Justiça do TRE Amapá.

De acordo com o chefe de Transporte do Tribunal, Alessandro Heric Gurgel, a frota do TRE conta com 32 carros, mas a quantidade é insuficiente para o período eleitoral. Ele explicou ainda que os veículos requisitados serão encaminhados para o interior e os locados serão usados em Macapá.

O presidente da Comissão de Transporte do TRE-AP, juiz eleitoral Augusto Cesar Leite, agradeceu aos órgãos que cederam os carros para o TRE-AP. O grupo é composto pelo magistrado, pelo chefe de transporte do Tribunal, e as servidoras do TRE, Dilma Pimenta e Marcelle Souza.

“Agradecemos a todos os órgãos públicos pelos veículos requisitados. Os carros são fundamentais para que possamos transportar urnas eletrônicas aos locais de votação, pessoal e suporte técnico, além de apoio para qualquer eventualidade no dia do pleito. Com este apoio das instituições, poderemos executar nosso trabalho durante as eleições 2016”, comentou o juiz eleitoral Augusto Leite.

Todos os veículos serão identificados com adesivos da Justiça Eleitoral.

A Comissão de Transporte e os Juízes Eleitorais, ao receberem os veículos, realizarão vistoria, que inclui:

I . Verificação da quantidade de combustível no tanque de armazenamento;
II. Constatação de avarias na lataria, vidros, para-choques e demais acessórios externos;
III. Existência de estepe, macaco, triângulo de sinalização e extintor de incêndio.
IV. Existência de acessórios internos (auto-falantes, toca CD ou DVD, etc.).
V. Documentos de porte obrigatório do veículo (CRLV) com data de validade não expirada.
§ 1º. As pequenas avarias, como arranhões, não justificam a não aceitação do veículo.
§ 2º. As Grandes avarias, bem como a ausência de qualquer dos itens de segurança relacionados no §inciso III, ou documento de porte obrigatório, inciso V, ensejará na rejeição do carro.
§ 3º. As informações referentes aos parágrafos anteriores deverão ser registradas na ficha de recebimento e entrega do veículo.
§ 4º Na data da devolução dos veículos, a Comissão de Fiscalização observará se o tanque de combustível está cheio e realizará nova vistoria.

Serviço:

Tribunal Regional Eleitoral do Amapá
Elton Tavares
Assessoria de Comunicação e Marketing

Arte: Kelly Pantoja

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*