Lúcia Pimentel gira a roda da vida. Feliz aniversário, tia querida!

Existem pessoas que aparecem em nossas vidas e somem como uma nuvem de fumaça que se dissipa, sem deixar nada além de breve lembrança. Em alguns casos boas, noutros nem tanto. Com o tempo, delas tiramos somente o aprendizado – Ou o cinismo, como diria Cartola. E existem aquelas que chegam para ficar, marcam território e a gente nem sabe mais como viver sem esses afetos. É o caso de Lúcia Pimentel, que hoje gira a roda da vida pela 59ª vez, mas com corpo e rosto de ‘30’ e com toda a beleza de ser um ser humano ímpar neste planeta.

Lúcia é aquele tipo de pessoa indizível, que de narrar, a gente nem acredita que existe mesmo. É a dedicada mãe da linda Danielle, esposa e parceira do Pedro Aurélio, irmã apaixonada, advogada, zootecnista, fazendeira, servidora da Caesa, torcedora fervorosa do Clube Náutico Capibaribe, cuidadora de animais (principalmente cavalos), minha querida e linda tia “postiça” preferida e amiga que tanto amo.

A gente não pensa igual em muitos aspectos, mas faz parte e gosto de ter a Lúcia por perto. Já disse e repito: trata-se de uma pessoa de verdade, que não esconde imperfeições e derrama uma sinceridade cativante. Lúcia tem uma luz particular, que irradia e alcança verdadeiramente as nossas vidas, com seu afeto, que transparece por seus sorrisos, sotaque, conselhos, engraçadíssimas histórias de vida, cuidado e amor. Principalmente com seu marido, com nossa amada nonagenária, minha linda “vó Peró” e com os pequenos de nossa família. Sim, as crianças são loucas por ela. Não, na verdade, todos somos.

2020 não foi e ainda não está fácil para nenhum de nós. Mas para alguns, foi mais difícil. Lúcia teve um baita susto no início do ano, quando meu tio (e também amigo demais), seu marido, sofreu um acidente. Tudo acabou bem e, tanto ela quanto nós, agradecemos sempre. E a gratidão a ela é com ênfase, pois cuida do Pedrão como ninguém.

Outra coisa que não tem como não repetir, é que não lembro de nada, de nenhum episódio que desabone sua conduta desde que a Lúcia entrou para nossa família. O amor e respeito mútuo por todos nós é lindo de ver e de sentir. Sobretudo com a vovó e para com a tia Maria.

Inteligentíssima, bonita, honesta, trabalhadora, sincera, carismática, prestativa, desprovida de frescura, discreta e dona de uma positividade invejável, faz da Lúcia essa mulher fantástica.

De um tempo pra cá, Lúcia resolveu mudar alguns hábitos, e está levando uma vida mais saudável. E ela tenta me levar junto. Mas sou um gorducho de uma figa que odeia caminhar ou malhar, mas sei que a insistência é preocupação e amor. Agradeço por isso também.

Sinto que posso contar com a Lúcia para qualquer coisa. E é recíproco. E digo mais, nossa brodagem é inabalável e sem prazo de validade. Só se um de nós pirar e virar outra pessoa, o que é impossível.

Algumas pessoas são verdadeiras dádivas. Como a Lúcia! Querida doutora-tia-amiga, que tu tenhas sempre saúde, mais sucesso e felicidades em tudo que desejas realizar. Gordão aqui te ama. Aliás, nós te amamos. Parabéns pelo teu dia e feliz aniversário!

Elton Tavares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *