Macapá faz testagem em massa de pessoas sem sintomas de Covid-19; veja onde e quando fazer

Cidadão passando por cadastro antes da realização do teste rápido — Foto: Jorge Júnior/Rede Amazônica

Por Victor Vidigal

Após ação em Santana, a capital Macapá também iniciou a testagem em massa para Covid-19. São cerca de 35 mil testes rápidos disponíveis a partir desta terça-feira (25) para pessoas assintomáticas – que não têm sintomas da doença provocada pelo novo coronavírus.

As coletas são feitas em um único local, um laboratório que funciona ao lado da Central de Imunização Municipal, na Avenida FAB, entre as ruas General Rondon e Tiradentes, no Centro da capital. O atendimento é feito de 7h às 22h, de segunda-feira a sábado.

Cidadão passando por cadastro antes da realização do teste rápido — Foto: Jorge Júnior/Rede Amazônica

O cidadão precisa apresentar documento de identificação com foto no ato do exame. O resultado poderá ser obtido presencialmente ou no site da prefeitura.

Caso o interessado já tenha tido Covid-19 há mais de dois meses e o resultado no teste rápido der positivo, o paciente será encaminhado para fazer um exame de sorologia, informou o diretor do Laboratório Municipal, Felipe Santos.

Profissional da saúde faz análise de sangue — Foto: Jorge Júnior/Rede Amazônica

“Essa amostra vai ser analisada através de teste rápido. Se for preciso para confirmação do diagnóstico, essa amostra vai ser encaminhada para um laboratório de apoio para fazer a sorologia quantitativa e, posteriormente, com dois dias úteis, o resultado está liberado para o paciente”, detalhou.

A data de validade dos testes rápidos é 16 de outubro, portanto, inicialmente a testagem deve ser feita até essa data. No entanto, a prefeitura informou que pretende obter novos kits e estender a ação até dezembro – dependendo da gravidade da pandemia na capital.

Equipe analisando testes rápidos — Foto: Victor Vidigal/G1

A equipe tem a meta de realizar 350 testes por dia nesse laboratório e também planeja expandir a campanha a outros bairros. A ideia inicial é que a testagem para a população de zonas periféricas seja feita por meio de vans e da carreta do projeto “Saúde da Mulher”.

“A gente pretende no decorrer da próxima semana realizar a testagem através de vans que vão ficar itinerantes, “rodando” em bairros periféricos da cidade, e a gente pretende colocar também na carreta que antes era usada para ações de saúde da mulher”, informou o diretor.

Fachada da UBS para casos suspeitos de Covid-19 no bairro Santa Inês, em Macapá — Foto: Wesley Abreu/Rede Amazônica

As pessoas que têm algum sintoma de Covid-19 devem procurar as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de referência da doença, para realizar exame nesses locais: Lélio Silva (bairro Novo Buritizal), Álvaro Corrêa (bairro São Lázaro), Marabaixo e Santa Inês.

Fonte: G1 Amapá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *