Maio Amarelo: Governo do Amapá leva serviços da carreta do Hemoap ao prédio do Detran, em Macapá

Como parte da programação da campanha Maio Amarelo, que visa a redução dos índices de acidentes e mortes no trânsito, o Governo do Amapá instalou uma unidade móvel do Instituto de Hematologia e Hemoterapia do Amapá (Hemoap) no prédio do Departamento Estadual de Trânsito do Amapá (Detran-AP) e promoveu um mutirão de doação de sangue.

A ação pretende alcançar servidores públicos e a comunidade em geral, com o objetivo de aumentar o estoque do hemocentro, que destina parte das bolsas de sangue para vítimas de acidentes de trânsito. O atendimento se estende até sexta-feira, 17, das 8h30 às 12h. O diretor-presidente do Detran Amapá, Rorinaldo Gonçalves, ressalta que o mutirão é direcionado para todos os cidadãos que desejam ter a oportunidade de doar sangue.

“Chegamos em um momento da campanha Maio Amarelo em que a boa ação das pessoas em doar sangue garante que bolsas cheguem a muitas pessoas que precisam. Dessa forma, nós conclamamos a sociedade amapaense para vir ao Detran e dar a sua contribuição para o Hemoap”, frisou Gonçalves.

O servidor do Detran João Marcos Oliveira, de 28 anos, aproveitou a oportunidade para contribuir com o estoque do Hemoap pela primeira vez.

“Fiquei muito contente por, enfim, ter conseguido doar. Sempre tive vontade, mas nunca fui. Então fiquei muito feliz pela minha atitude, já que doar sangue é um ato de compaixão, um gesto de amor que pode salvar muitas vidas”, destacou o jovem. Como doar.

Para contribuir com o estoque de sangue do Hemoap, é preciso seguir algumas orientações feitas pela unidade:

Estar em boas condições de saúde;
Não ter apresentado sinais ou sintomas de gripe comum nos últimos 14 dias;
Não ter tido COVID-19 nos últimos 30 dias;
Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos. Menores de 18 anos é necessário a presença e assinatura de consentimento dos responsáveis;
Pesar no mínimo 50kg;
Documento oficial com foto;
Estar descansado (ter dormido pelo menos 6h na noite anterior);
Não vir em jejum. Estar bem alimentado (evitar alimentações gordurosas nas 3h que antecedem a doação);
Não ingerir bebida alcóolica no mínimo 12h antes;
Não ter fumado pelo menos 2h antes.

Texto: Vithória Barreto
Foto: Detran/Divulgação
Secretaria de Estado da Comunicação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *