Mais de 1,4 mil famílias carentes recebem casas populares em Macapá

SJ1

Por Abinoan Santiago

Foram entregues nesta sexta-feira (10) em Macapá mais de 1,4 mil apartamentos para famílias de baixa renda na Zona Sul. O empreendimento, que recebeu o nome de “São José”, foi orçado em R$ 89,9 milhões e sofreu atraso na entrega. A obra começou em 2013 com previsão de conclusão em um ano e meio.

Os apartamentos fazem parte do programa “Minha Casa Minha Vida”, do Governo Federal, com contrapartida da prefeitura de Macapá que fez a doação do imóvel, acompanhamento dos trabalhos e cadastro das famílias beneficiadas.

As chaves começaram a ser entregues durante uma solenidade ocorrida no próprio residencial. Umas das prioridades para o sorteio de moradias foi de selecionar famílias que moram em áreas alagadas em Macapá.

A beneficiária de um apartamento, a dona de casa Graciete Gomes, de 32 anos, contou que morava com o marido e a filha de um ano em uma casa em área alagada no bairro Novo Horizonte, na Zona Norte, pagando R$ 150 pelo aluguel.

SJ2“Agora eu estou pagando algo que é meu e o restante do dinheiro posso investir no próprio apartamento que ganhei, além da localização, que é mais perto de escola, órgãos públicos e tem ônibus com linha na frente do conjunto”, comentou a moradora, ao lado da família.

No discurso, o prefeito de Macapá, Clécio Luís (Rede), falou que o atraso na entrega foi causado pela demora para liberação de recursos por parte do Governo Federal, e por problemas com outros órgãos na instalação da rede de esgoto e eletricidade.

O prefeito também anunciou a garantia de dois terrenos para mais dois conjuntos habitacionais. Um será na área incendiada que destruiu 250 casas no bairro Perpétuo Socorro, na Zona Leste de Macapá; a outra área é mantida em sigilo pela possibilidade de invasão.

images (4)

“Estamos com dois imóveis preparados. Um será na área onde ocorreu o incêndio no bairro Perpétuo Socorro e a outra estamos mantendo em segredo por causa do risco de invasão. Estamos aguardando a liberação das cotas [de apartamentos] para Macapá”, reforçou o prefeito, acrescentando que existe a previsão de entregar mais 1,5 imóveis no Açucena, no bairro Cuba de Asfalto, na Zona Sul.

SJ3

São José

Iniciado em 2013, o conjunto habitacional São José tinha previsão de ser concluído em 2015, mas sofreu atrasos. A obra é parceria entre a prefeitura de Macapá e o Governo Federal. Foram construídos 1.449 apartamentos, com valores globais de R$ 89,9 milhões.

De acordo com a prefeitura de Macapá, os apartamentos têm dois quartos, área privativa de 44 metros quadrados, sala, cozinha e área de serviços. Também tem previsão de construção de centro comunitário, quadra poliesportiva, e playground. Os blocos de apartamentos estão situados na Rua Claudomiro de Moraes, no bairro Buritizal, na Zona Sul de Macapá.

Fonte: G1 Amapá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *