Manifesto

Continuação da série “Um sábado qualquer”:
É isso aí Deus!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.